Gestão, Negócios & Cia

0
124

Para iniciar nossa reflexão da semana, compartilho com os amigos leitores uma frase de Henry Ford: “Não encontre falhas, encontre soluções. Qualquer um sabe reclamar.” Acredito que aquele que deseja se diferenciar apresentando o seu melhor, deve lembrar desta premissa todos os dias da sua vida, pondo sua energia para melhorar as coisas, ao invés de reclamar do que está ao seu redor, ou apresentar desculpas pelo que não fez, reclamando.

Como tornar a sua empresa mais amada

Com a publicação do livro “Lovemarks – o futuro além das marcas”, de Kevin Roberts, que teve grande difusão entre executivos, profissionais de marketing, estudiosos, ficou ainda mais evidente as práticas de sucesso de muitas empresas que colhem resultados excelentes porque souberam transforma-se em marcas amadas pelos clientes.

As marcas, os produtos e as empresas amadas e admiradas, são claramente mais lucrativas que as demais e que portanto, já é excelente motivo você buscar tornar a sua empresa e/ou a sua marca, mais amada. Listo algumas dicas para você fazer sua marca e sua empresa mais amadas, de forma simples e direta:

– Lembre sempre que as pessoas gostam das empresas e marcas que fazem bons produtos, mas elas amam as empresas que fazem produtos simples. Então, faça um produto cada vez melhor, que seja cada vez mais simples para os clientes.

– Não esqueça que as pessoas gostam das empresas que tenham bom atendimento, mas que elas amam empresas que possuem colaboradores inesquecíveis, que produzam experiências que possam ser lembradas por muito tempo.

– Todos gostamos de empresas, marcas e produtos que se comunicam bem, mas amamos empresas, marcas e produtos que vivem e compartilham suas histórias. Quantas vezes paramos para ler, ou ouvir a bela história de uma empresa, de um empreendedor ou como foi criado e como se desenvolveu determinado produto.

Quais são as histórias que são contadas sobre seus produtos, suas marcas e a sua empresa? É possível estimular mais pessoas a contarem estas histórias? Não esqueça que esta história precisa ser alimentada continuamente, com fatos positivos.

– As pessoas gostam de empresas inovadoras, mas amam principalmente empresas que realmente as inspiram. A sua empresa e suas marcas inspiram as pessoas? Como podem inspirar mais e melhor? O que você, gestor pode fazer para isso?

– Gostamos muito das empresas que são diferentes, elas nos chamam naturalmente a atenção, por se destacar na “paisagem”, todavia, amamos as empresas que nos surpreendem e nos fazem sorrir. Pense em como a sua empresa, a sua marca e seus produtos podem surpreender mais frequentemente seus públicos e também, como você, sua equipe e a comunicação de sua empresa podem fazer as pessoas sorrirem.

– Todos gostamos de organizações e marcas que educam, mas amamos principalmente empresas que nos fazem sentir parte de cada ação ou acontecimento.

Se você deseja ter um negócio mais lucrativo, precisa realmente entregar mais valor para seus sócios, clientes, parceiros e comunidade. O fato destas pessoas gostarem de sua empresa, sua marca e seus produtos, já não é mais suficiente. As pessoas que amarem sua empresa, vão indicá-la para quem se relaciona com elas, quem amar seus produtos e sua marca, pagarão mais por eles e ainda os defenderão, indicarão e terão muita satisfação em tê-los e mostrá-los a outros.

Para finalizar, deixo uma lembrança básica de John Jantsch para as empresas que querem ser mais amadas e consequentemente, mais lucrativas: “Antes de ser único e revolucionário, seja útil ao seu cliente.”