Resolvendo conflitos

0
162

Os conflitos estão presentes em quase todas as dimensões da nossa vida. Nem sempre e nem todos nós sabemos resolver adequadamente estas situações. Momentos tensos em reuniões, encontros, conversas são indicativos de que algum problema paira no ar e que um conflito está por vir a tona. Nestas situações em que olhares se entrecruzam, outros se evitam e a franqueza fica em 2º plano, a sensação é desagradável e frustrante.

Para algumas pessoas os conflitos podem ser extremamente produtivos e saudáveis, seja no processo de solidificação de um time competente da sua empresa, ou como aprendizado e experiências em conflitos com pessoas de equipes de outras organizações. Conforme o dito popular, a unanimidade é burra! A diversidade de ideias, posições, entendimentos, conhecimentos, é sempre muito saudável e enriquecedora, melhorando resultados e criatividade para a organização e para as pessoas que participam dispostas a aprender e a crescer em todas as oportunidades possíveis.

A maior dificuldade é sempre a forma como é conduzida a situação de conflito e a sua solução. Compartilho alguns passos sugeridos pelo autor e colunista Jeffrey Gitomer, para o encaminhamento de conflitos para busca de melhores resultados:

Pondere – antes de tomar uma decisão final, antes de dar uma resposta definitiva, ter determinada postura, pense nas questões apresentadas com diferentes pontos de vista;

Empatize – compreenda os sentimentos e emoções das partes envolvidas. Considere e valorize a participação de todos;

Clarifique – esclareça através de perguntas, informações, dados, entendimentos que possam estar subentendidos ou nas entrelinhas da discussão;

Valorize – de maneira enfática, reconheça a contribuição de cada um na discussão estabelecida;

Antecipe – antes de iniciar uma reunião, esteja preparado para abordar temas críticos;

Revolucione – na busca por soluções, pense “fora da casinha”, inove sempre;

Valorize relacionamentos – fomente uma cultura que valorize os relacionamentos. Assim o foco das discussões será maior no coletivo do que no individual.

É preciso lembrar que todas as relações interpessoais implicam em duas pessoas distintas e únicas, pelo que é natural que possam ocorrer situações em que não se está de acordo, em que se têm opiniões e pontos de vista diferentes. Algumas vezes esta situação gera desentendimento, ou a sensação de desentendimento e assim, levar a conflitos que, por um lado, se resolvidos, podem gerar um progresso significativo na relação, fortalecendo-a.

No entanto, por outro lado, estes conflitos podem fazer com que ambas as pessoas se sintam incompreendidas, zangadas, contrariadas ou magoadas, podendo fazer com que a relação deteriore ou não progrida mais. Por estes e outros motivos, precisamos todos entender cada vez mais, sobre como solucionar conflitos buscando os melhores resultados.

Desejando que você encontre sempre as melhores soluções para os seus conflitos, um abraço e até a próxima!