Aos meus leitores gremistas…

0
118

 Recebi muitos e-mails de torcedores do grêmio enfurecidos com o que escrevi na semana passada. Outros postaram no facebook links para debater o assunto. Alguns ligaram para a redação dos jornais dizendo que não concordavam com as minhas palavras, exigindo respeito….

Não é a primeira vez que isso acontece…

Quando escrevi sobre agiotas, depois de ter recebido uma carta anônima colocada embaixo da porta do local onde eu trabalho, e resolvi abordar o assunto, choveram e-mails me questionando e defendendo os agiotas. Um dos 18 jornais que escrevo recebeu um e-mail anônimo pedindo que fosse publicado um texto contra mim… (Como a pessoa não se identificou, o jornal não publicou)

Quando escrevi sobre o funcionário da Kaiser, que bebia Skol escondido e havia sido demitido, a Kaiser de Porto Alegre (Ambev) mandou uma nota pedindo direito de resposta lá para a redação do jornal de Erechim, e democraticamente publiquei ela em todos os jornais que escrevo…

Quando escrevi sobre os custos de uma reforma em uma câmara de vereadores da região, que só o letreiro e uns quadros eram mais caros que a reforma de uma creche no mesmo município, um jornal recebeu um e-mail contra mim, assinado “Câmara de Vereadores de …” . Quando o jornal contatou a Câmara, ninguém queria assinar a nota, nem o presidente anterior nem o atual, mas confirmavam que tinham enviado o e-mail…

Quando abordei a história de uma família da religião Testemunhas de Jeová que não autorizava a transfusão de sangue de sua filha no leito de morte de um hospital, e o médico pediu e ganhou judicialmente o direito de realizar a transfusão, vieram novos e-mails para minha caixa postal…

Quando escrevi sobre política, algo que não faço mais, não faltaram patrocinadores (vinculados a um determinado partido) ligando para as redações e ameaçando cortar publicidades dos jornais se eu não parasse…

A vida é assim mesmo, não dá para “cutucar a onça com vara curta”…

Já são cinco anos de colunas, algumas, claro, polêmicas. Muitas me renderam excelentes elogios e algumas, fiquei sabendo, são debatidas nas salas de aula de algumas faculdades de Direito da região. Quem ganha, sempre é o leitor. Nenhuma coluna agradará a todos, e ela só não agrada, exatamente porque é lida. Se não fosse lida, não dariam a importância devida. Agradeço de coração a você, leitor, que me acompanha em mais de 125 municípios gaúchos e opina toda semana de alguma forma sobre os meus textos.

Então, diante do que escrevi sobre o Grenal, para evitar maiores aborrecimentos, vai aqui o meu pedido de desculpas oficial a toda nação tricolor, ressaltando que o grêmio sempre foi e sempre será um grande clube…

E, sem ofender ninguém, quero finalizar ressaltando que a corneta é livre e o primeiro time porto alegrense a tirar férias do “gauchão”, dá as boas vindas ao segundo…

Das minhas leituras da madrugada : “Um estrondo de trovão ressoa em toda a parte” – Provérbio Chinês