Feliz Dia dos Pais…

0
146

Quando um filho passa a entender seu pai, ele já tem um filho que não lhe entende, diz o provérbio Chinês…

Neste final de semana comemoramos o Dia dos Pais, e dificilmente eu escrevo colunas vinculadas a datas, portanto hoje será uma exceção. Afinal, sou pai e também sou filho, e sinto-me no direito de compartilhar com vocês alguns sentimentos.

A paternidade é algo muito curioso e deve ser sempre analisada sobre duas óticas. Pela ótica do pai, que tem o dever de mostrar ao seu filho o melhor caminho a seguir, e pela ótica do filho, que deve respeitá-lo durante a vida, e ampará-lo na velhice.

Sim, existe uma troca de funções em decorrência do tempo. Enquanto és pequeno, ele te pegará no colo, te levará para brincar ao sol e te contará histórias…

Mas quando ele já for idoso, é você que o levará para o banho de sol, e então ele lhe pedirá para contar as suas histórias…

E este processo vai se repetir com você e seu filho.

Enquanto adulto, preocupado com o pai idoso, você ainda tem que dar atenção ao seu filho pequeno. Chegará o momento em que o filho pequeno cuidará de você, como você cuidou do seu pai idoso e este é um ciclo normal da vida, que se repete no tempo, nos apresentando seus ensinamentos…

Lembre-se, quando lhe faltar paciência com o pequeno, que este mesmo sentimento já esteve com seu pai quando você era pequeno, e poderá surgir também ao seu pequeno, quando ele for grande e tiver que lhe cuidar.

A tolerância e a paciência com idosos e crianças é a prova de que temos, constantemente, que evoluir e aprender. Somos colocados à prova quando nos chocamos com estes sentimentos…

Você chega cansado do trabalho e o filho pede para brincar…

Seu pai já chegou cansado do trabalho e você também pediu para brincar…

A sua vida é corrida demais, e seu pai lhe aguarda para conversar sobre a sua vida…

Um dia você esperará ansioso seu filho chegar do serviço, exatamente para ouvir as novidades dele, pois são estas mesmas novidades que lhe trarão prazer à sua vida…

Somos seres falantes, sociais, relacionáveis e a mesma atenção que uma criança quer na infância, também é pedida pelo idoso lá na outra ponta…

Aproveite o seu Dia dos Pais para curtir seu filho ou curtir seu pai. Se lhe faltam, tire o dia para curtir as memórias positivas de tudo que viveu com eles. Dedique o seu dia ao seu coração, ao que aprendeu, ao que ensinou. Dedique seu dia a graça de ser pai ou de ter vivido a experiência de ter um pai.

Vá ao encontro, ligue, abrace…

Um feliz dia dos pais…