Aceitar o novo

0
167

Pensem comigo, que estranho está sendo admitir que os meios digitais que antes separavam, distanciavam relações, agora são nossa arma mais forte para manter viva a “convivência e proximidade” com aqueles que amamos.

Não tendo outro jeito de se fazer presente, – aquelas pessoas, que assim como eu, não nego, muitas vezes criticavam os meios digitais -, agora estão precisando, em função do isolamento, adequar-se a essas tecnologias, esses meios sociais digitais para dar aquele afago, aquele beijo, aquele abraço virtual que, por hora nos alivia o coração.

Se abrir para o novo não é fácil. Muitas vezes nós, seres humanos, precisamos um “chacoalhão” para isso.

Eu estou adorando essa nova forma de ficar mais perto das pessoas, estou aprendendo a cada dia sobre ferramentas que nunca eu tinha cogitado utilizar. E, que maravilha que são!

Eu nunca me imaginei fazendo um curso à distância, por exemplo, confesso para vocês! Hoje isso é uma super possibilidade para mim, pois, as experiências que tenho tido – estou fazendo todos os cursinhos possíveis pela internet -, estão sendo muito satisfatórias. Não pensava que lives pelo instragram pudessem me fazer bem ou fazer diferença para aqueles que lá me seguem. Para mim está sendo demais… e tenho recebido muitos feedbacks positivos e energia do bem dessas pessoas.

Como é importante a disponibilidade (certo que temos agora e, será que não tínhamos antes?) e a disposição (você está tendo?) para o progresso… além disso, é imprescindível a consciência na utilização. Para tudo que é novo, para tudo que já é hábito antigo, para tudo, tudo mesmo é preciso lembrar de uma palavra que resume nossa saúde mental, física, social, espiritual, financeira… essa palavra é: EQUILÍBRIO.

Agora, nesse tempo “solto” que vivemos, tendo que readequar rotinas, trabalhos, pensamentos, exercícios, alimentação, hábitos em geral… precisamos lembrar sempre: EQUILÍBRIO.

Quando temos essa noção, a tecnologia e todo o resto chega para somar incontavelmente em nossas vidas.

O que você está descobrindo para evoluir nessa quarentena?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here