Nossa memória e atenção no mundo atual

0
151

Conversando com um amigo neurologista, nos questionávamos a respeito da tecnologia que veio para auxiliar nossas vidas. Ela tem causado alguns efeitos contrários quanto ao nosso cérebro. Tudo porque nesses tempos de muita informação ele se vê obrigado a armazenar tantas coisas que acabamos por esquecer coisas verdadeiramente importantes, informações que seriam muito úteis para nós.

O médico explicou a memória como uma gaveta… onde vamos acumulando eventos, fatos, conhecimento, etc. Acontece que colocando para dentro dessa gaveta coisas inúteis ela fica cheia e bem bagunçada. Ou seja, nossa concentração e memória, poder de organização do pensamento, ficam extremamente prejudicadas.

Quando estamos concentrados em algo, como estudo, por exemplo, e toca nosso whats, pegamos o celular, olhamos e pronto! Já desconcentramos daquilo que estávamos fazendo. Aí na mensagem, diz o seguinte: “Nasce na índia um cachorro de 5 patas”, já eras! Nossa gaveta armazenou mais uma informação irrelevante. Não bastasse isso, o fato de nascer um cachorro de cinco patas na índia é realmente algo peculiar, estranho, diferente. Nós fixamos mais um pouco, ele não vai pular da nossa gaveta, está grudado ali. Mas, por ironia do destino, decidimos passar a diante a notícia, queremos que nossos amigos também saibam do tal cachorro de cinco patas… que aconteceu depois disso? Foi colado com super bond, daqui 50 anos você vai lembrar. Pior que isso, tu vai fazer o teu amigo lembrar também. E o estudo? Bah, esse nem por acaso tu lembra onde parou.

Ao mesmo tempo que o whats ou outras formas de comunicação e compartilhamento nos ajuda um bocado, atrapalha outro bom tanto.

Se não nos desligarmos deles por boa parte de nosso dia, nos tornamos mais que escravos, perdemos nossa capacidade de produzir mais, nos dispersamos daquilo que nos é importante e comprometemos nossa memória também.

Refletir sobre nosso comportamento, buscar o equilíbrio e ponderação frente a tecnologia, facilita muito nossa vida. Não existe outra fórmula!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here