É importante unir

0
116

A desunião não traz benefício algum. É importante, pois, fazer um esforço para unir. Já diz o surrado ditado ‘que a união faz a força’.

As desavenças e as intrigas são acontecimentos possíveis numa comunidade, porque os interesses são vários. O que não podem é causar influências negativas capazes de prejudicar a população.

Infelizmente, sempre existem aqueles que só veem o mal, que não querem o bem, apostam no quanto pior melhor.

É necessário, portanto, que as feridas deixadas por enfrentamentos políticos cicatrizem, e, para tal, a inteligência e o tempo são os remédios para que isto aconteça.

Os municípios brasileiros já padecem de dificuldades financeiras, porque são os primos pobres do país. Enquanto a União abocanha a maior fatia dos impostos recolhidos da população, o Estado vem com força de leão e faz a sua farra financeira, sobrando aos Municípios a menor parcela de recursos.

E o município é o ente federativo que assume a responsabilidade pela realização de serviços cobrados pelo povo: saúde, educação, segurança, rodovias, obras etc.

Então, quando a população está desunida, metade para um lado, metade para outro lado, torna-se mais difícil encontrar o desenvolvimento necessário.

Um esforço e uma tolerância maior dará o resultado que todos esperam.

CORRUPÇÃO

Não é coisa nova, vem desde a monarquia, passando pela república, chegando ao momento atual, só que mais danosa à população, envolvendo gente estimada pela comunidade brasileira.

O estado foi sacudido com personalidades políticas presas e recolhidas ao imundo Presídio Central por atuarem criminosamente em licenças ambientais.

Há muito tempo se desconfiava que alguma coisa grave estivesse acontecendo, liberando-se construções à beira-mar e outras com doações até de automóveis.

Por ora, não se pode concluir o grau de culpa de cada envolvido, mas se a Polícia Federal e o Ministério Público conseguiram em juízo as prisões provisórias de gente de colarinho branco, algo de muito grave deve ter sido provado.

RECOMENDO

Li e reli a obra do professor Oscar Pinto Jung, que reproduz fenômenos espirituais narrados em crônicas escritas por ele.

Os fatos mostrados servem para momentos de reflexão e despertam o interesse pela obra de Allan Kardec.

Escrito de maneira inteligente e de leitura fácil e agradável, 100 crônicas ‘Pra Cabeceira da Cama’ merece ser apreciado.

FENAMILHO

Mesmo à distância acompanho o andamento da Feira Nacional do Milho, realizada no Parque de Exposições.

A cada ano cresce o interesse de autoridades, de expositores, de visitantes e da população por esse acontecimento.

O que se espera é que resultados positivos possam acontecer no futuro com investimentos no município, proporcionando o seu desenvolvimento, oportunizando trabalho à nossa juventude.

Temos gente preparada pelas nossas escolas superiores e novas indústrias virão abrir as vagas de trabalho necessárias.

CALAR

Antes de responder a uma ofensa, calar. Até eu sou afoito, na primeira notícia faço explodir uma bomba; também não sou perfeito.

Às vezes, agindo assim acabamos por cometer uma injustiça irreparável.

É que, maldosamente, sobram informações nem sempre verdadeiras.