Enfim, é Natal

0
131

Tantos pedidos para esse dia. Quantos poderão ser atendidos? A maioria deles implica necessidade de dinheiro para pagar. Nem todas as famílias conseguiram juntá-los durante o ano. Houve compromissos inadiáveis a serem atendidos. E depois, os salários não estão sobrando no fim de cada mês.
As crianças não querem nem saber. Mas os pais pensam muito antes de fazer uma nova dívida. O difícil é conciliar o pedido com a possibilidade de atendê-lo. Pois deixá-las somente com a esperança é doído.

Os adultos se acostumaram a ganhar e a não ganhar presentes e não dão importância

Se algum vier, tanto faz. Mas ainda pensam na diferença que o dinheiro faz neste momento do ano. Quem sabe no futuro as coisas melhoram…

O importante é reunir a família em torno de uma mesa, que pode ser simples, para lembrar fases felizes da vida. As histórias que os tempos não conseguem apagar. O nascimento do filho. As estripulias que eles fizeram. Os risos inocentes que demonstraram. O crescimento e a transformação em adulto. Como é bom renovar os sentimentos de puro amor.

Não será possível estar com todos os familiares no Natal, pois muitos já partiram. Mas em espírito todos estarão generosamente em volta da mesa.

Que o Natal seja um dia de festa para todos. O presente material não é o mais importante.

APOSENTADOS

Faz alguns anos que os aposentados lutam por um provento melhor e não há governo que corrija a injustiça praticada contra eles. Recolheram valores à Previdência na certeza de um futuro tranquilo e viram os percentuais reduzirem ano após ano.

Dizem que a culpa é do governo que passou, mas é também dos governos que o sucederam e dos parlamentares que se omitem em resolver o problema.

A alegação é de que a Previdência está mal. Está mal quando se trata dos aposentados, mas está bem para pagar a cada atleta campeão do mundo (58-62 e 70) a importância de R$ 100.000,00, inclusive a Pelé, além de garantir uma saborosa pensão mensal. Vergonha!

PROFESSORES

Espernearam durante todo ano e ainda estão longe de conquistar o piso salarial. Vergonha. De quem prometeu e não cumpriu.

Quem ouve e lê que o Estado projetou um aumento de 28% acredita que é uma excelente recuperação salarial. Mas quem toma conhecimento de que esse percentual não é numa única vez e, sim, parceladamente, até 2014, cai na realidade, é um embuste.

Penso que os professores devem continuar dedicados aos alunos, transmitindo sempre o melhor conhecimento, preparando a juventude para o futuro.

Uma das mais nobres profissões, mas que não recebe o devido reconhecimento. À exceção, às vésperas de uma eleição.

ESCÂNDALOS

As prefeituras dominam as manchetes dos jornais. Infelizmente, de forma negativa. Como ocorreu esta semana com o município de Crissiumal. A polícia está investigando desvios de recursos, predominantemente na área da saúde, envolvendo políticos, empresários e profissionais da medicina.

De resto, a compra de medicamentos tem sido o caminho preferido para a corrupção, pagando-se preço maior que o real valor, enquanto a população apodrece por falta de atendimento e por não poder adquirir remédios.

Quem se aproveita da saúde para engordar receitas só tem um destino merecido: parar na cadeia, nunca dentro de prefeituras municipais.

ABRAÇO

No casal amigo, muito amigo, Constança e Diocleciano Portalete, pais do dr. Valter Portalete. Gente muito fina e de um coração sem tamanho. Deus os guie!