Carta da Inglaterra

0
107

Pra quem não sabe, Roberta Ritter é filha do Celso e da Marilene, neta do ex-prefeito Siegfried Ritter. Colega da minha filha Alessandra desde o pré no Colégio Marista Santo Ângelo. Alessandra cursou Medicina Veterinária e Roberta optou por Hotelaria. Há alguns anos, ela reside e trabalha em Londres, ao lado do esposo diplomado no mesmo curso. O filho deles, o Armando, é um menino esperto que já se destaca na escola, mais adiantado que muitos coleguinhas ingleses, segundo depoimento da teacher (professora). Enquanto a nevasca despenca impiedosa sobre a capital britânica, a Roberta aquece o coração lendo a edição digitalizada do Jornal das Missões.

Ela gostou da coluna passada, o que a fez transportar para a sessão pública da Sociedade Espírita Amor ao Próximo, onde ela esteve muitas vezes. “O que me fez muito bem.” Pois a Roberta é a primeira pessoa que se preocupa com o papel desempenhado pelos donos da boate Kiss, de Santa Maria, com suas vidas arrasadas em razão da tragédia. A Roberta opina:

– Talvez fosse bom escrever também sobre a missão dos donos da boate Kiss, missão dificílima aqui na terra e que terão de aguentar até o fim de seus dias. Fico apavorada com o ódio no coração das pessoas, na ajuda da mídia manipuladora em encontrar um culpado, como se isso, por si só, fosse resolver a situação de um país onde as leis não são cumpridas e o povo é omisso. Não estou defendendo os donos da boate, se alguma negligência for comprovada, hão de cumprir suas penas, mas a negligência acontece em todo o país, em tantas outras empresas. O incêndio da boate Kiss foi uma fatalidade e esses rapazes, os donos, mais do que ninguém, precisam de orações. A culpa é de todos nós, pela omissão de todos nós. Os ombros deles estão carregando sozinhos isso tudo. Nós, como irmãos e filhos do mesmo Deus, precisamos nos questionar também, orar e amparar.

A leitora Michéli Carvalho Pacheco ficou impressionada com a mensagem psicografada no Centro Espírita Bezerra de Menezes, de Santa Maria. Diz ela:

– Confesso que cheguei a duvidar. Mas, de fato, passado o choque inicial tudo começou a clarear. Começo a ver o acontecido de outra forma.

Outra leitora, a Liane Helena Schneider Flach, de Cerro Largo, também se manifestou:

– É muito difícil para nós nos desligarmos dos nossos amores. O acontecimento de Santa Maria foi estudado e trabalhado pelas forças divinas. Era previsível a todos os desencarnados, que sabiam do plano espiritual. Assim quiseram e foram atendidos. Nada está fora do controle de quem rege o Universo, mas nós ainda somos muito pequenos para compreender tudo isso. Mas um dia chegaremos lá.

A FRASE DO CHICO XAVIER, sugerida por Vera Lúcia Renz – A consciência é meu guia. A paz é meu abrigo. A experiência é minha escola. O obstáculo é minha lição.