Notícias de santo-angelenses

0
375

A pandemia está castigando particularmente os avós de todo o planeta, obrigados ao distanciamento dos netos. A amiga Ursula Mess, uma das avós babonas que eu conheço, fala por todas:

– Choro quando vejo vídeos dos netos. E o pior é que estou perdendo uma fase linda do neto mais pequeno, que está aprendendo a dar os primeiros passos. Tenho medo que não me reconheça quando puder estar por perto. Muito dolorido tudo isso.

Louváveis, no entanto, os esforços de todos os profissionais da saúde para debelar o inimigo invisível. Vale destacar que a Universidade Federal de Santa Maria está começando a fazer testes para o covid-19, numa equipe qualificada coordenada pelo santo-angelense Eduardo Furtado Flôres, o Dado, como era chamado na infância. Formado em medicina veterinária, Eduardo é Mestre, Doutor e Phd em Virologia pela Universidade de Nebraska (Estados Unidos). Talvez seja o mais respeitado Virologista do Estado. Eduardo é filho do cardiologista João Batista de Almeida Flôres, que também foi professor de Medicina Legal na Faculdade de Direito, e de América Furtado Flôres, ambos desencarnados.

Outro santo-angelense, Santos Alberto Rebelato Júnior, mantém Laboratório de Imagens em Gravataí.O pai dele era o dono da Joalheria Rebelato, na Avenida Brasil, frente ao Hotel Maerkli. Há quatro anos, o Rebelato andou passeando nos Estados Unidos e viu como o mundo é pequeno. Na volta, no translado do hotel para o aeroporto, em plena New York, teve surpresa incrível. O Uber era um brasileiro chamado Jofre, nascido em Campo Mourão, no Paraná. Conversa vai, conversa vem, o Rebelato ficou sabendo que o motorista também conhece e é amigo do santo-angelense Rafael Meller, filho do traumatologista João Eloí Meller e da Moli Meller, e da Daniele Flôres, filha do pediatra Luiz Carlos Flôres, aliás, pediatra de todos os meus filhos, e da professora Elizabete Pretto Flôres. O Rafael é médico e professor na Califórnia e a Daniele vende erva-mate e ensina chimarrão para os gringos, há alguns anos. A Daniele me conta que os americanos apreciam as propriedades medicinais da erva-mate e adoram ouvir histórias das reduções missioneiras.

O amigo Rebelato começou a ler algo sobre o médium Chico Xavier. E divulgou, outro dia, pensamento do inesquecível sensitivo, um dos espíritos mais evoluídos que andou pela Terra nos últimos séculos. O texto dedicado ao gravataiense José Antônio Gimarães e a mim, leva o leitor a uma necessária reflexão:- Cada pessoa é aquilo que crê, fala do que gosta, retém o que procura, ensina o que aprende, tem o que dá e vale o que faz.

Mas, apesar das chuvas e trovoadas que caem sobre todos nós, de todas as condições sociais, de todos os rincões, vamos manter a serenidade, cultivar o otimismo sempre. Sou um otimista incorrigível e, segundo o Dr.Maurício Luís Lunardi, o otimismo aumenta a nossa imunidade. Nestes momentos, mais do que nunca, precisamos cuidar muito da nossa imunidade. De outra parte, o pessimismo faz mal para a saúde.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here