Ufologia missioneira

0
205

O radialista Jonathan Castro é o presidente de entidade recém fundada – Ufologia Missioneira. Ufo é o termo criado pelas Forças Armadas dos Estados Unidos para designar objetos voadores não identificados. O Jonathan e seus companheiros querem discutir o tema, muito polêmico, por sinal, mas sério e digno de estudos. Americanos e russos ainda não revelaram ao mundo os informes que guardam sobre as visitas de habitantes de outros planetas a este minúsculo grão do Universo, que é a Terra. Por que só a Terra abrigaria seres inteligentes? Para os espíritas, a pluralidade dos mundos habitados não é especulação. É certeza.

Jacqueline Rodrigues Portalete, servidora da Justiça Estadual, esposa do poeta e trovador Valter Portalete, é uma curiosa quando se trata de ufologia e de vida em outros planetas. O casal visitou o Museu Internacional de Ufologia, História e Ciência em Itaara, a poucos quilômetros de Santa Maria, e ouviu verdadeira aula do Professor Hernán Mosttajo, diretor e proprietário do Museu. A propósito, a Jacque me passou o seguinte depoimento:

– As instalações do Museu são simples, mas de caráter amplamente pedagógico. O Professor Mosttajo nos fez relatos impressionantes. Além da pesquisa sobre a Teoria da Evolução das Espécies e da viagem a Lua, me chamou a atenção o caso do Artur Berlet, que era tratorista da Prefeitura de Sarandi (RS). Ele escreveu livro, traduzido em cinco idiomas, em que relata ter sido abduzido (raptado) por alienígenas, em 1958, quando dirigia seu trator pela estrada, em horário de trabalho, nas imediações de Sarandi. Os originais manuscritos estão no Museu. O Artur conta que esteve num planeta chamado Acart, que a ciência terrena ainda desconhece. Então ele descreve como aconteceu o processo de abdução, como foi devolvido no mesmo local em que foi raptado, como transcorre a vida na civilização acartiana, o modo muito bom como foi tratado, enfim os nove dias terrenos vividos entre seres inteligentes mas com outra constituição orgânica.

A Jacqueline e o Valter são espíritas, mas não são apenas os espíritas que admitem a vida em outras moradas do Universo. Allan Kardec incluiu a informação recebida de Espíritos Superiores em O Livro dos Espíritos, que é de 1857, uma heresia para aquela fase da Humanidade. Na década de 1950 apareceu opinião insuspeita em favor da pluralidade dos planetas com vida até mais adiantada do que a nossa. Entrevistado pela extinta revista Manchete, o cientista alemão Wernher von Braun, respeitado até hoje, que visitava o Brasil, afirmou não ter dúvidas de que naves extraplanetárias têm visitado o nosso acanhado planeta de provas e expiações. Mais dia menos dia, quando a Humanidade estiver preparada para tanto, a prova do que disseram Kardec e von Braun vai aparecer e mudar os rumos do nosso viver.

No mais, sucesso para a Ufologia Missioneira em suas pesquisas.

A FRASE DO CHICO XAVIER – curtida por Fran Souza – No mundo haverá uma só religião e terá o nome de Fraternidade.