Estreia

0
125

Copa para o Brasil começa e pode terminar hoje. Agora é mata-mata!

Mexidas de Felipão parecem certas.

Fernandinho é muito bom, faz a transição defesa-ataque. Jogará?

Neymar é jogador de exceção.

Adversário é o melhor dos até aqui enfrentados. Chilenos têm individualidades como Vargas e Aranguiz, mas uma defesa apenas razoável.

Nesta tarde, ‘marcando pressão’ evitando a repetitiva e pouco producente ‘ligação direta’ dá para passar às quartas-de-final.

Brizola
Filho de Brizola, João Otávio, concedeu longa entrevista à jornalista Dione Kuhn, de ZH.

Trata da relação com o pai, de erros e acertos e revela estar escrevendo livro sobre ele.

O político popular transparecia em casa. Ex-governador preferia que os filhos frequentassem clubes menos refinados.

Quando a regra era transgredida havia discussões entre ele e sua mulher Neuza, irmã de Jango.

Neuza sempre foi carinhosa, mas conta João Otávio, quando queria, Brizola também era.

Brizola II
Altos e baixos do relacionamento familiar recrudesceu no exílio. Eles saíram de um colégio de nível em Porto Alegre para um de terceira categoria, provocando discussões, conforme João Otávio.

No livro, reservará momento para analisar os temperamentos dos irmãos. Para ele Neusinha era rebelde. Sobre José Vicente: ‘Não me dava bem como ele embora nunca tenhamos rompido’.

Confirma as conspirações do pai e ter recebido dinheiro de Cuba. Numa chácara em Montevidéu eram armazenadas armas e guardado o dinheiro para a guerrilha.

Falou do rompimento entre o tio e o pai. Revelou que Brizola tinha um plano para explodir um entreposto da DEAL em Porto Alegre. Jango foi contra. Romperam e somente reataram relações em 1976.

Brizola III
Quanto ao dinheiro de Cuba calcula em um milhão de dólares. Segundo ele, o pai tinha planos ousados com a guerrilha de Caparaó nos moldes de Sierra Maestra.

Não seguiu adiante, pois Brizola considerava muito difícil o povo aderir.

João Otávio também compara as personalidades do tio e do pai.

Jango era conciliador. Com Brizola as coisas teriam de ser do jeito que ele queria. Mesmo equivocado.

Desencontros entre Brizola e Jango afetaram a família, principalmente a Neuza, muito ligada ao ex-presidente. Rompimento a levou à depressão e a beber.

Brizola IV
João falou da expulsão do Uruguai e a jogada de Brizola pedindo asilo a governo americano.

Para ele a cartada do pai repercutiu na imprensa. A partir dai o retorno ao Brasil foi uma consequência natural.

Sobre o relacionamento do pai com Lula, diz que apesar de ter sido seu vice em 1998, quando ele ganhou em 2002, nada lhe foi dado, embora sondado para alguns ministérios e uma embaixada.

João Otavio culpa Zé Dirceu por Brizola não ter ocupado nenhum cargo no governo.

Resta aguardar o lançamento do livro com essas e outras revelações.

Livro
Ione Korb, santo-angelense hoje residindo em Bom Jesus, Goiás, sobre ‘Crônica do Tempo’: “Aproveito a oportunidade para felicitar ao Pedro Belmonte, pois através o seu livro estou fazendo uma agradável viagem no tempo; uma viagem pela nossa terra e com a nossa gente, tempo que deixa saudades, pois fazem parte das nossas mais lindas lembranças. Recomendo.”Livro continua à venda.

Bombeiros
Ex-prefeito e ex-deputado, Mauro Azeredo por e-mail agradece referência à sua participação na campanha ‘SOS Bombeiros’.

Lembra que o 1% adicionado ao IPTU válido até hoje tem garantido bons recursos aos bombeiros.
Como prefeito assinou o convênio município-governo estadual, ao final da campanha institucionalizada pelo Jornal das Missões, dirigido por seu fundador, hoje conselheiro do TCE, Adroaldo Loureiro.
Eduardo
Na Convenção do PDT, que indicou candidatos ao governo e senado – Vieira da Cunha e Lasier Martins – foram oficializadas as candidaturas à Câmara e Assembleia.

Ex-prefeito Eduardo Debacco Loureiro irá representar Santo Ângelo e densa faixa de municípios regionais como candidato a deputado estadual.

Candidaturas
Dilma Rousseff foi confirmada candidata à reeleição. Com isso foi sepultada a ideia de fazer com que Lula da Silva aceitasse concorrer.

Seu vice continua sendo Michel Temer.

Confirmação ocorre num momento em que as pesquisas são desfavoráveis a Dilma. Sua popularidade despencou e o que parecia uma vitória no primeiro turno não está se confirmando.

Falando como candidata não disse nada de novo, apenas renovou as promessas de posse, várias não cumpridas.

Enquanto isto, Luciana Genro foi lançada pelo PSOL. Seria candidata ao governo do RS, mas devido às incompatibilidades legais, vai dar um salto mais alto.

Gregório
Status do poeta João Sampaio postado na rede por outro poeta nativo, o santo-angelense Júlio Ubiratan dos Reis, chamou minha atenção.

Referia-se ao ‘Anjo Negro’ de Getúlio Vargas, o ‘tenente’ Gregório Fortunato.

Veio-me a cabeça aquele negro enorme, amigo de meu pai Ademar e seu colega na polícia, em São Borja.

Exceto os parentes, Gregório foi quem mais próximo viveu do ex-presidente.

Gregório II
Nas churrascadas das eleições daqueles anos na fronteira, não era raro ele pentear os ralos cabelos de Vargas. Lembro vagamente vê-lo carregando Getúlio no colo.

Todos conhecem sua historia. Por isto, cuido da homenagem feita em trova por João Sampaio: “Com um aprumo criollo luzindo a prata do apero vem o tenente Gregório ‘muntado’ num pingo oveiro mosquetão sobre o lombilho olhar de fuego y mormaço vem descendo a rua sete pra tarde calma do Passo…”.

Gregório, a cidade, estavam ali, inteiros, nesses versos iniciais.

Gregório III
Viajei aos meus tempos de criança em São Borja.

Recordei seus irmãos, Salvito e Julieta, que anos depois, migraram para Santo Ângelo.

Julieta trabalhou em nossa casa durante anos e Salvito se dedicou ao comércio na chamada ‘zona baixa’.

Também lembram Gregório, uma adaga de ouro e prata, uma fivela de guaiaca, também trabalhada e outros objetos similares presenteados ao meu pai.