Olívio

0
118

Ex-governador Olívio Dutra é voz destoante entre os pró-homens petistas.
Para ele não houve injustiça na prisão dos mensaleiros. Julgou normal o curso do processo e – embora não tenha dito literalmente – quem deve tem que pagar. Conforme o presidente de honra do PT o ‘mensalão foi uma sucessão de malfeitos’.

Olívio II

O que terá levado Olívio a essa posição, contrária à maioria?
Desde seu tempo de ministro das Cidades, tinha desencontros com o ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu.
Diz-se, Dirceu esteve por trás da defenestração de Olívio Dutra do ministério.
Mas não deve ser apenas por isto!
Sua honestidade e o seu desapego também devem ter pautado a entrevista.

Mensalão

Já o presidente nacional do PT, Rui Falcão, considerou arbitrárias as prisões.
Perguntado se elas influiriam no resultado de 2014, negou.
Nesse ponto, mesmo a contragosto, concordo com o dirigente.
No auge do Mensalão, Lula da Silva – que sempre negou sua existência – foi reeleito. Concorreu para sua vitória a memória, infelizmente curta, do eleitor e a possibilidade de continuar usufruindo os programas sociais que auxiliam na renda dos que têm pouco e suprem aos que não têm nada.

Mensalão II

Apenas na classe média e nos ricos o Mensalão poderia continuar surtindo efeito. Mas como minoria, o resultado eleitoral sempre favorecerá o governo, a não ser que uma hecatombe ocorra na economia e o clientelismo diminua. Ou que a oposição, hoje desarvorada, se arregimente e concorra com chances de desmentir as pesquisas de opinião, atualmente favoráveis à chefa do Executivo.
Em tempo: nem antes, nem agora, Dilma Rousseff esteve envolvida no Mensalão e com os mensaleiros, se bem que tenha sido urdido por gente próxima dela, vários hoje engaiolados.

Eleições

Repercutiu nota da coluna de que Pedro Ribeiro Nardes deverá concorrer a deputado.
Caso confirmado especula-se eventual prejuízo à candidatura do irmão Cajar, apesar dos partidos diferentes.
Quanto à candidatura do ex-prefeito de São Miguel das Missões, Mario Nascimento, deve escolher entre federal e estadual. Em seguida, conseguir o apoio do prefeito Valdir Andres.
Ex-prefeito Eduardo Loureiro tem sua pré-candidatura definida à Assembleia. Deve contar com o apoio do partido, em âmbito municipal e regional, com chances concretas de se eleger.
Surgem, igualmente, diversos nomes, no PSB, PMDB e DEM.

Saragoso

No Facebook alentada defesa do advogado e ex-vereador Silvano Saragoso pela permanência do PDT na coligação que apoia a reeleição do governador.
Arrazoado é sólido e passa pela impossibilidade da vitória de uma candidatura própria, o aproveitamento no ‘cristão novo’ Lasier Martins a deputado federal (não ao Senado) e, finalmente, concita a muito trabalho para fazer uma bancada à Assembleia, numericamente capaz de melhorar o protagonismo do PDT.

Simon

Senador Pedro Simon teve aprovado projeto, do qual é coautor, de anulação da sessão de cassação do ex-presidente João Goulart, em 1964.
Na esteira da exumação de seus restos mortais, mais um ato modificando a história.
Antecedeu ao resultado dos exames no cadáver de Jango, para apurar se foi ou não envenenado.

Tecnologia

Sempre entendi e defendi que o crescimento de uma comunidade (social e economicamente) somente se dá com a modernização de conceitos e investimentos na tecnologia, aproveitando o instrumental e as cabeças da sua comunidade acadêmica.
Por isso não poderiam ser mais auspiciosas as articulações da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, apoiando a implantação de um Parque Tecnológico no município.

Tecnologia II

Inovação e, consequentemente, mais crescimento podem resultar do seu funcionamento.
Empresas de tecnologia se estabelecerão nas cercanias da universidade, com a capacitação técnica-científica de pesquisadores e laboratórios, possibilitando seu aproveitamento no desenvolvimento das empresas e da economia santo-angelense e regional.

Viva Gente

"Santo Ângelo Viva Gente" reproduziu domingo, 24, no seu status, trecho da coluna de 20 de setembro.
Refere-se à chegada da minha família a Santo Ângelo, em 1961, ao estilo de vida encontrado, à moda adotada pelos homens – fazendo a alegria dos alfaiates –, aos clubes, bares e restaurantes.
Agradeço!

Draga e 28

Dia desses li no JM sobre princípio de incêndio na residência do empresário Wilson Luiz Pippi. Não passou de susto, felizmente.
Também tenho lido sobre a tentativa de vender em leilão a sede do clube 28 de Maio.
Bastou para voltar ao passado, a Santo Ângelo e lembrar momentos vividos com Wilson e Eloy Pedrazza, que já faleceu.

Draga e 28 II

Em uma das gestões de Eloy, o clube enviou ao ‘Miss Rio Grande do Sul’, Coca Weinert. Ela, sua mãe e eu, viajamos a bordo de um barulhento Douglas da VARIG, até Porto Alegre, e de lá a São Leopoldo no DKW-Vemag do Eloy – recém-saído da concessionária, VEMASA.
Ele e dona Terezinha viajaram antes, aguardando para conduzi-las até a sede do concurso, o Clube Orpheu. Coca era popular e vários santo-angelenses a acompanharam.
Entre eles Wilson Luiz Pippi, Raimundo Silva e Otávio Rigo – o ‘Amiguinho’ – ao volante da sua ‘Draga’ – um reformado automóvel de fabricação norte-americana – branca, de bancos confortáveis, revestidos de legítimo couro vermelho.

Draga e 28 III

Encerrado o concurso, retornei na ‘Draga’, acompanhando Wilson, Raimundo e Otávio.
Depois de São Leopoldo, participamos de outros eventos, como em São Borja, onde entrevistei Terezinha Weiss, ‘Miss Rio Grande do Sul’.
Parte das viagens, em fins de semana, a bordo da ‘Draga’, que nada tinha a ver com o equipamento de dragagem. Tratava-se do tamanho do conversível, capaz de chamar atenção por onde passávamos.
Também parecia uma ‘banheira’ quando sua capota era arriada…