Pedro Belmonte

0
119

“Ninguém está acima dos erros e das paixões humanas.” Aviso é da presidente Dilma Rousseff publicada em longa entrevista a jornal espanhol. Refere-se à pergunta sobre o julgamento dos envolvidos no mensalão****Dependendo do procurador Jeferson Dias, de SP, frase ‘Deus Seja Louvado’ deixará as notas de real. Haverá enorme sobre custo ao Tesouro Nacional, recolhendo as notas e imprimindo novas… Sua falta do que fazer, custará caro, procurador****Brasil continua mudando. Depois de uma mulher presidente, ascende à presidência do STF, um negro. Ministro Joaquim Barbosa é o primeiro da história. É dele a frase: “Precisamos de um judiciário sem firulas, célere e justo”. Estamos próximos de eleger um negro presidente da República****Ex-governador Germano Rigotto não crê que a gasolina suba este ano e nem nos patamares anunciados. Acredita que ocorrerá ano que vem e não ultrapasse os 13%. Rigotto teme o aumento da inflação****Prefeito Eduardo Debacco Loureiro realizando suas últimas viagens, executando seus derradeiros atos em nome de sua administração. Raridade, pois no apagar das luzes, poucos são os que continuam exercitando suas obrigações!****Tony Benet tão fenomenal quanto Frank Sinatra, canta dia 4 na Capital. Estarei lá.

Prestes – Como muitos sabem numa das minhas passagens pelo JM entrevistei Luis Carlos Prestes, que esteve na cidade para falar sobre a ‘Coluna Prestes’ – iniciada em Santo Ângelo – e encontrar companheiros.

Stalinista devotado, viveu momentos polêmicos.

Em 1950 no governo Eurico Dutra, lançou manifesto. Baseado nas ideias de Josef Stalin, documento acabou por deixá-lo à margem das mudanças internas no PC.
Conviveu com as facções, voltando à cena ao assinar outro manifesto, em 1958, afinado com Nikita Kruschev. Todavia, não conseguiu evitar o racha do partido, surgindo o PC do B, de orientação Chinês-Albanesa.

Em 1962, João Goulart convidou aos comunistas a participarem, não oficialmente, do Governo.

Cidadão Honorário – Prestes manteve-se na clandestinidade e mesmo retornando ao Brasil, após a anistia, continuou discreto.

Episódio revelado na entrevista. No início da Revolução de 1964, teria impedido que os comunistas bombardeassem aos tanques do general Mourão, iniciando uma guerra civil.

Com mais de 80 anos, possuía memória e vitalidade impressionantes. Dias antes, surpreendentemente, teve o título de Cidadão Honorário indeferido pela Câmara de Vereadores.

Na administração Adroaldo Loureiro a cidade resgatou sua dívida com a história homenageando-o com o Memorial projetado por Oscar Niemeyer, implantado na entrada da cidade.

Conversei com Luis Carlos Prestes no sábado, 27 de outubro, na Churrascaria do Faldino, há 28 anos.

Educação – Resultados do Enem indicam caminho que a educação brasileira deve seguir, mas insiste em se desviar, por vários motivos.

Melhores colocados foram aqueles que priorizam um triângulo básico de sucesso: coordenação pedagógica eficiente, participação da família nos resultados e bons salários aos professores.

Colégio Objetivo, SP, primeiro colocado, cumpre essas metas. Claro não imagino que a média salarial de R$ 100,00 por hora-aula possa ser a regra, mas deve ser considerada como parte do êxito.

No RS continua em primeiro lugar o Colégio Militar educandário que conheço por lá ter estudado meu filho mais velho. Sua direção e corpo docente acompanham o aluno com aulas de reforço e pratica essa integração escola-família.

Impugnações – Santo Ângelo acompanha três casos incomuns: tramitação na justiça eleitoral de pedido de impugnação das candidaturas Valdir Andres-Nara Damião, envolvimento do vereador eleito Arlindo Diel com bicheiros e outra ação contra a coligação Queiroz-Moor.

Os feitos devem ser analisados a luz de fatos, probabilidades, sem açodamento, o que faz a Justiça Eleitoral.

Quanto à revelação de ZH, do empréstimo de R$ 280.000,00 pagáveis em 36 parcelas de R$ 7.274,00, registradas em Cartório, cabe ao denunciado o contraditório, o que faz.

Reina expectativa, torcida, contra e a favor.

Uma coisa é certa: Santo Ângelo não é mais aquele!

Lamentável – Manifestações dos ministros não são tão cuidadosas e, sobretudo, pertinentes como as de Dilma. Há dias foi o ministro da Justiça.

Agora a frase de Mirian Belchior do Planejamento: ‘É a regra do jogo’.

A ministra se referia às obras do PAC-2, demasiadamente demoradas e com apenas 40% executados.

Belchior deveria economizar frases soltas e resolver os problemas que entravam o andamento do plano que, não por acaso, trata de aceleração do crescimento.

Presídios – Enquanto os problemas dos presídios brasileiros aumentam, a solução patina na semântica e retórica dos governantes.

A condição medieval e superlotação não se resolvem assim.

É preciso melhorar condições, construir presídios modernos, sem esquecer ações que previnam a criminalidade, aumentada diariamente, com as facções dominando e dirigindo atentados, roubos e assaltos, direto das casas prisionais.

Aguardam-se múltiplas ações de governo, desburocratizando, alocando verbas, falando menos e agindo mais.

Hits – Ouço há anos os programas musicais de Rogério Mendelski. Em abril remeti ao jornalista alguns hits da música internacional. Velho conhecido, vez que outra ele as toca no seu programa dominical, ‘Classe Especial’ das 8h às 9h30min na Guaíba AM-FM:

Elvis Presley: ‘Suspicious Mind’; Queen: ‘Love of my Life’; Mamas & Papas: ‘Monday, Monday’; Barbra Streisand: ‘People’; Rod Stewart: ‘As time goes by’; Johnny Rivers: ‘A Wither Shade of Pale’; Harry Nilsson: ‘Everybody Talking’; Roy Orbison: ‘Oh, Pretty Woman’; Ray Charles: ‘I can’t stop loving you; George Michael: ‘Secret Love’; Kenny Rogers: ‘She Believes in me’; Bruce Springsteen: ‘Streets of Philadelphia’; Franck Sinatra & Luciano Pavarotti: ‘My Way’; Glenn Miller: ‘Moonlight Serenade’; Bobby Caldwell: ‘Smile’; Doris Day: ‘When I Fall in Love’; Andy Williams: ‘The Impossible Dream’; Bee Gees: ‘Started Joked’; Carpenters: ‘Sings’; Carly Simon: ‘ I’ve got you under my skin’; Herman’s Hermits: ‘‘There’s I Kind of Hush’ Joe Cocker: ‘With a Little Help from my Friends’; Rolling Stones: ‘Angie’; Tony Benet: ‘Night and Day’; The Hollies: ‘Bus Stop’; The Platters: ‘Only You’.

Reflexão de fim de semana – “Todas as riquezas do mundo não valem um bom amigo.” (Voltaire).