Rádio Santo Ângelo

0
120

Na quinta-feira (15), a Rádio Santo Ângelo completou 66 anos de serviços prestados ao município e parte do RS. Pertencente às Emissoras Reunidas, adquirida inicialmente por grupo de santo-angelenses, desde 1996 incorporou-se às empresas de comunicação dirigidas pela família Debacco Loureiro.

A Santo Ângelo serviu de escola aos que se aventuraram pelos caminhos do rádio, desde sua fundação em 1947.

Em 1964, convidado pelo gerente, Jose Alcebíades de Oliveira (o mestre Oliveira Júnior) iniciei como colaborador, mediante simbólica remuneração, atuando na redação, reportagem e apresentação de ‘jornais falados’. No início de 1967, fora da empresa de engenharia ferroviária em que trabalhava, fui contratado, permanecendo até o final de 1968.

Rádio Santo Ângelo II

Vivi intensamente a emissora da Avenida Brasil. Trabalhei ao lado de Oliveira, Waldemar Rosenthal, Valdir Andres, Carlos Alberto Bencke, Elio e Érico Fagundes, Romalino Bandeira, Luimar Klaue, Waldecy Burtet, Wilson Dutra, Tadeu Rolim de Moura, Nilson Pavlak, Gerson Nagel, João Lied, Serafim Colvara e Jan Jung.

Recordo o ‘Baile da Rádio’, sempre com enorme presença da sociedade local e regional. Grandes cantores, cantoras e conjuntos eram contratados.

Desde sua fundação e parte do tempo em que ali trabalhei o discurso oficial, saudando autoridades e anunciantes, ficava a cargo do advogado João Augusto Rodrigues.

Programas de auditório foram recriados e criados. Dia da Criança, do Município, Colono, Motorista, a Páscoa, o Natal e Ano Novo eram festejados com programação especial, diretamente dos clubes ou cinemas.

Rádio Santo Ângelo III

É bom tratar dessa quase setentona. Desde sua inauguração, utilizando modesto transmissor de 250 watts, até sua planta transmissora atual, operando com 10 mil watts de potência, escreve a historia do rádio santo-angelense e das missões. Com ferramentas modernas para melhor atingimento do seu público continua promovendo a união dos santo-angelenses, divulgando notícias, entretenimento e prestando serviços.

Trata-se duma fonte irradiadora de informação, de enorme respeitabilidade.

Medicina

Criação do curso de Medicina em Santo Ângelo, ganha apoios. Câmara Municipal tratou do assunto em uma de suas reuniões. Vereadores conclamaram a que toda comunidade se envolva em torno do movimento.

Foram solicitados envios de correspondências ao MEC e MS, reportando-se a necessidade de mais médicos no município e na região, além de reafirmar que Santo Ângelo possui condições de criá-lo.

Igualmente esteve reunido o Comitê Municipal Pró-Universidade Federal de Santo Ângelo, que pretende cobrar compromisso de anos atrás, prevendo a implantação.

Torcendo pela Faculdade de Medicina, ponderaria que no afã de apressar seu desfecho, não houvesse acidentes de percurso. Esforço deve ser concentrado, evitando-se dispersões, choques de interesses, sobretudo suprapartidário.

Iguais

Superfaturamento na construção do metrô paulista, deixa PSDB, PT e Democratas na mesma canoa.

Os grandes traços de corrupção estão no mensalão do PT. Todavia, as notícias desvendando os descaminhos do PSDB paulistano, deixam os três partidos iguais.

Esta ventania que faz balançar os tucanos deve passar como passou a que açoitou o DEM. No PT, o mensalão parece não ter ocorrido, sendo reiteradamente negado por Lula da Silva.

Caberá à Justiça, como faz agora no mensalão petista, julgar. Se for o caso, punir aos culpados.

Ao eleitor cabe votar, alijando das assembleias, câmaras, do Senado, dos palácios governamentais (nos estados e em Brasília) quem desvia o dinheiro público.

Capitanias

Quando se fala em diminuir a duração do mandato dos senadores, número de suplentes ou extinção do cargo, surgem discussões, a favor e contra.

Das anomalias, maiores são o número de suplentes e falta de impedimento a que parentes – diretos e indiretos – do titular, componham a chapa.

Os casos envolvendo os senadores Ivo Cassol e Edson Lobão Filho são emblemáticos.

Cassol, condenado, prestes a perder o cargo, tem como substituto o pai. Lobão Filho, substituindo o pai Ministro de Minas e Energias recentemente, no mínimo demonstrou despreparo ao tentar conceituar ética.

Fica cristalino que essas regras absurdas na indicação dos suplentes têm causado mais males que bem.

Em pleno século 21, esses procedimentos se parecem com a escolha dos donatários das Capitanias Hereditárias!

Diversas

Mastodôntica dívida do RS (mais de R$ 47 bilhões), começará a ser diminuída se repasses de recursos à União – nossa maior credora – efetuados desde 1998, forem reduzidos. Como o PT governa o Brasil e RS tem chance de negociar os percentuais de redução. Basta vontade política.

*****Vereador Jordão Oliveira (Entre-Ijuís), informando sondagem do presidente estadual do PP, Celso Bernardi, a que concorra a deputado. Os também pepistas Mário Nascimento e Reus Nardes são postulantes a estadual ou federal. Cajar Nardes, presidente do PR, igualmente deve ser candidato. Semana passada surgiram nomes do PSB: Leoveral Soares e André Krysczun. Acrescenta uma das lideranças do partido, Ana Paula Peres Lopes, também à disposição a presidente, Silvana Hepp e Rafael Verri. No PDT o nome deverá ser do ex-prefeito e presidente do partido, Eduardo Debacco Loureiro.

*****Presidente da FAMURS, Valdir Andres, sobre endividamento dos municípios: “Se o Fortunati, que tem dois metros de altura, diz que está com a água no pescoço, o resto dos municípios, que depende do FPM, já está afogado”.

*****Roberto Martins, representante da ANATEL, falando à CPI da Telefonia, na Assembleia, disse que os resultados do setor são satisfatórios. Não deve morar no país, não tem ou pouco utiliza celular…

*****Dilma recuperando popularidade, na carona dos superfaturamentos do metrô paulista, que abalou o tucanato. Mas ainda haveria segundo turno. Lula da Silva ganharia no primeiro. Entretanto, continua repetindo: “A candidata é Dilma”. Ele voltaria somente em um cenário de ‘terra arrasada’, opinam observadores. Entenda-se como ‘terra arrasada’, Dilma despencar perigosamente nas pesquisas!

*****Empresários santo-angelenses estudam viabilidade de construírem hotel turístico às margens da ERS-344.

*****Polêmica a vista. Prefeito Fortunati defende aumento de preço da gasolina para diminuir tarifas de ônibus.