Ilhados…

0
131

Se pudesse sumir por uns tempos, quem você levaria para uma ilha deserta? Em algum momento no sufoco desse verão perguntará isso a si mesmo! Ou alguém, na mesa ao lado, enquanto preenche novos cartões da mega sena (e incluindo você na lista de beneficiados/viu como é bom ser uma colega bacana/não confunda com banana), lhe indagará num misto de curiosidade & sacanagem… Cléo Pires? Adriane Galisteu? Carolina Ferraz? Ildi Silva? Sabrina Sato? Paola Oliveira? (Ou duas de amostra!) Atenção garotas: Bruno Gagliasso? Thiago Fragoso? Eriberto Leão? Marcelo Mello Jr? Rafael Cardoso? Ou o Christian Fittipaldi? (Só pra você saber, meu voto exclusivo fica no fofíssimo representante do clã Fittipaldi!) Essa é a parte engraçada da história…

Talvez uma ilha não tão deserta assim. Porque daí invoca a lembrança aquele filme hiper triste do super simpático Tom Hanks – Náufrago – (Cast Away/EUA 2001, dirigido pelo Robert Zemeckis) e seu amigo imaginário Wilson em 4 intermináveis anos de angústia e solidão. Vamos substituir… por digamos assim… uma temporada nas Ilhas Maldivas. (República das Maldivas, quase 2 mil ilhas, localizadas no Oceano Índico, vizinhando com a Índia e o Sri Lanka, uma espécie de paraíso na terra.)

Acontece que esse paraíso está atolado de lixo. Li numa reportagem (Veja Edição Especial/dezembro 2011), onde consta que cerca de 300 toneladas, (que não param de crescer) são o saldo/resultado/consequência diária do turismo de luxo no arquipélago. Assustador não? A solução encontrada (em curto prazo imagino) foi à criação de uma ilha artificial para “descarrego” desse lixo, que explica a reportagem já está transbordando para o mar. Que coisa hein, (e a foto que ilustra a matéria é de se pensar: que injustiça), a maior fonte de renda – o turismo – é justamente a causa do maior problema enfrentado por esse pequeno pedaço de paraíso na terra.

Num exercício de imaginação ultra fantasiosa e “delírios”, me pergunto se uma temporada nas Ilhas Maldivas (caso acerte a próxima mega sena ou esteja na sua lista de amigos privilegiados), em companhia do Christian Fittipaldi seria tão compensador, caso não pudesse acessar a internet. (Pesquisas ao redor do mapa mundi, em vários países no ano passado, revelaram que a maioria dos jovens prefere navegar a namorar, no caso de escolher entre essas alternativas) Huuummm…

Vou torcer para que o governo (nas Maldivas) ache solução emergencial para esse baita problemão. Vou torcer para que nosso verão não seja tão mais escaldante do tem sido até aqui. E vamos mentalizar juntos os números da próxima mega sena, se um de nós acertarmos… “então parceria” decidiremos com calma “as demais alternativas” e nossos possíveis roteiros de viagem em alto mar. (Ah sim… só não podemos esquecermo-nos de conferir o nome do comandante do navio, por via das dúvidas!)

Hoje estou partilhando com vocês outro novo endereço na Web. Trata-se do MEME YAHOO, mais um espaço que se abre para a divulgação de meus escritos. É bem fácil de achar, mesmo que você não esteja cadastrado no site. A exemplo do GOOGLE+, (que basta escrever Régis Mubarak Google+ que leva direto), você apenas deve digitar no seu buscador preferido Régis Mubarak Meme ou Régis Mubarak Meme Yahoo, que ele te leva direitinho até lá. O link de acesso está aqui: http://meme.yahoo.com/regismubarak/ Quando sobrar um tempinho… sejam todos muito bem vindos…