Banhada Beleza

0
423

Horta das heresias hilárias, humor hipopótamo, hostilidades de hastes herbívoras, hiena hipocrisia, honrará homem honesto!? Hóspede hoteleiro, de hospedaria habilitada, haveria de horrorizar homeopaticamente, hábeis hóspedes?! Honoríficos, homenageados horizontalmente, honrarias homéricas, hemisfericamente homologadas, habilmente hasteiam humanizadas heranças, havidas honrosa e harmoniosamente, honraria hercúlea, hipotecada historicamente.

Banhada beleza, balizou bonitos banhadais, bombeando bulícios, bálsamo bárbaro, bocarras beliscando balizas, balanças, bailados, badalando bordejos, barrando barragens. Báltica barrica, babando beberes, baronesa barganha, banquete bento, bandeira basca, beneplácito beligerante, balbúrdia bizarra, baixaria pagã? Banal brado, benigno benefício, brando balbuciar, bruma brevidade, beldade beata, brandura beligerante, bucólica brevidade, bonança boêmia, blasfêmia bem-aventurada!?

Do livro Alma dos Vates
Pingente de verde luzimento
A moça tem lindos olhos
Co’as cores da primavera
Pingente de verde luzimento
Simbolizando as estações
Contraponteando emoções
Milongas pros sentimentos.

Sua face é mimosa
De sorriso radiante
Beleza, estonteante
Máxima traduzida
Em carinho e candura.

O encanto da nobre moça
Em minha razão flutua
Sorrindo agranda o rosto
Feito enchente de riacho!

Já sonhei um novo mundo
Um projeto que contempla
Ao longo de um grande rio
Soerguer humilde ranchinho
Está ajoujado na memória
Mas o piá que vem depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here