É Natal!

0
173

É Natal!!! É magia! Magia? O que representa o Natal?!? Para quem o Natal possui significado? Natal pode ser pesadelo, felicidade, desgosto, alegria, lágrimas. Presenças (espirituais) de pessoas ausentes?! Ausência, de pessoas presentes. Talvez!! Explicar a representação natalina, se mostra um tanto quanto complexa, até pela diversidade religiosa, com a qual a questão está diretamente ligada. Fala-se muito do Natal do Menino Jesus? Quem foi Jesus? Há um enorme vácuo, nesse senda, aliás, cá no Hemisfério Sul, o pouco que se sabe sobre o assunto, advém exatamente, dos segmentos religiosos.

O assunto será eterno e restará inconcluso, sem a menor sombra de dúvidas! Quanto mais o tempo passa e nele, ocorrem descobertas de outros e mais outros manuscritos dos tempos idos, mais enigmática fica a questão. É correto asseverar-se, da importância não apenas da compreensão dos mencionados escritos, porque as interpretações são perigosas e podem induzir as pessoas em erros, quando os agentes estão propensos a fazer mais valia de seus interesses, sejam eles, de uma, outra ou mais outra natureza, porque a humanidade vive os seus interesses, jamais os alheios.

A recente descoberta de uma Biblioteca com mais de 7000 (sete mil) livros, todos intactos, em perfeitíssimas condições, além de uma infinidade de escritos esparsos, todos legíveis, palpitantes, alguns deles, foram objeto de controvérsias, com aqueles assentados em livro histórico, esses localizados, estão na região dos tablados daquelas “operações,” pergaminhos que retiram muito da sustentabilidade que estriba(va) algumas obras, em face dessa nova realidade, verdades balançam, e isso por si só, demonstra o quanto o assunto longe de alcançar unanimidade.

Entretanto, utilizar-se de ensinamentos populares amarelados, historicamente movidos em prol da paz, da fraternidade, do amor, da construção de caminhos capazes de semear o entendimento humano, além de expressar a positividade das ações, contribui com a construção de uma aura mais amena, menos conflitante, nesse momento tão conturbado no cenário universal, embora as desavenças provenham de longe, pudera, quisesse nosso Arquiteto Maior, testar nossa capacidade de entendimento, compreensão e empatia com nossos iguais!

Natal dos meninos, Natal do Menino, Natal dos jovens, Natal dos adolescentes, Natal dos adultos, Natal dos veteranos! Seja feliz o Natal de todos, sem a exibição de eventuais contrariedades de qualquer mote, sem hostilidades familiares, comunitárias, inter-nações, interplanetárias, não se caracteriza como sonho! Pelo contrário, há de mover os seres dóceis com os indóceis e desses entre si, com presentes de Papai Noel ou sem eles, conforme sempre ocorre com grande parcela do povo. Inaceitáveis os litígios, aceitáveis as comemorações ao modo de cada qual, com as vestes, alimentos, orações e crenças preferidas! Natal de respeito consigo mesmo, simbolismo de respeito alheio. Comemore com grandeza de espírito! P a z !!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here