Hong Kong

0
526
Foto: Internet

O mundo pode ser olhado de forma isolada? Por certo, isso é impossível! Embora dividido em continentes e estes em Estados Nacionais, oceanos e mares, a dinâmica planetária faz a interação automaticamente, sem qualquer possibilidade de isolamento total! Um ou outro ser vivo virá até nós, ainda, os ventos, as chuvas e os outros meios de movimentação de partículas, ocorrendo naturalmente.

Foi assim que a humanidade tomou conhecimento dos protestos realizados por mais de 1 (um) milhão de pessoas de Hong Kong, território chinês, ainda que não esteja sob o jugo total da legislação chinesa. Ocorre que as mobilizações iniciadas em meados de 2019, persistiram durante as comemorações de fim de ano, observadas no mundo ocidental, portanto, entre dezembro/2019, janeiro/2020, as mobilizações visavam a busca e/ou manutenção de conquistas democráticas, em especial, a luta contra a aplicação da legislação continental, em determinadas questões, e nessas, também seriam deslocadas a área continentina!

As mobilizações em Hong Kong moviam o mundo das notícias. “Só dava Hong Kong!” Os meios de comunicação de grande status, tanto em rádio, jornal, TV, todos se serviam da mobilização da gente de Hong Kong. Na mídia da internet, circulavam fartas notícias, inclusive, os vídeos das redes sociais agitavam os usuários, demonstrando tudo com clareza e nitidez, em fotos perfeitas sobre do cotidiano, por igual, dos momentos de confrontos entre manifestantes e forças policiais, até que, qual mágica, Hong Kong, se pacificou! Emudeceu! Sumiu! Desapareceu!? O que houve em Hong Kong! Onde está a população? Continua protestando! Está sedada? Hong Kong virou Atlântida!?

O leitor sabe muito sobre a China? Sobre o corona, na China?! No condiz aos Infectados, mortes, semivivos, agonizantes! Embora a gigantesca população de aproximadamente 1 bilhão e 400 milhões de pessoas, as notícias remetem a menos de dez mil mortes, entre janeiro/março/2020, estranho isso! E outra banda, na Itália, nos últimos dias se contabilizaram, em torno de mil mortes/dia! Qual o segredo, na China e Hong Kong? Quem as produz os textos? Onde os publica, há filtros, o que é permitido levar ao leitor!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here