Asaf e AGSL de São Luiz empatam em 2×2

0
116

Gols foram marcados por Jesus e Rômulo (AGSL), Cidão e Gustavo (Asaf)

Asaf e AGSL jogaram neste sábado (13), no Ginásio Marcelo Mioso, partida válida pela terceira rodada do Estadual Série Ouro de Futsal. O clássico regional terminou empatado em 2×2, com gols marcados por Jesus e Rômulo, da AGSL, e Cidão e Gustavo, da Asaf. O resultado foi o mesmo do amistoso jogado pelas equipes em 16 de março, no mesmo local. 

PRIMEIRO TEMPO

No primeiro tempo, ambas as equipes tiveram boas chances, quase todas evitadas pelo goleiro adversário ou para a linha de fundo. O time da casa quase abriu o placar aos 16min30s, em jogada de Fabio Correia, que roubou bola na área, driblou a defesa adversária, bateu de canhota e o goleiro colocou para o escanteio. Na cobrança, Juliano quase marca de letra.

Aos 17min30s, a AGSL abre o placar com Jesus. Após cobrança de falta da Asaf perdida na área adversária, o goleiro Carlos André lança para Jesus, que recebe no meio da quadra, vai em direção ao gol da Asaf e encobre o goleiro Márcio: 0x1.

Logo após, aos 18min20s, em cobrança de falta, Maurício cai na área quando ia bater para o gol. O pivô reclama penalidade e o juiz não marca. No intervalo, o atleta afirmou que foi puxado. A AGSL pega a bola e quase amplia o placar, novamente com Jesus. A Asaf tenta pressionar até o final da primeira etapa, mas não consegue reverter o placar.

SEGUNDO TEMPO

O jogo no segundo tempo começa morno, até que aos 3min30s um atleta da AGSL cai na área, reclama pênalti, também não marcado pelo árbitro. Logo após, Juliano reclama de lance para o juiz e leva cartão amarelo.

VIRADA DA ASAF

A Asaf segue nervosa em quadra, até que aos 7min Cidão empata a partida, em belo chute após receber rebote de Carlos André: 1×1.

Aos 7min30s, Maurício é derrubado na área e o juiz marca pênalti em favor da Asaf. Gustavo cobra do lado direito e marca: 2×1.

A AGSL começa a pressionar para o empate, e Carlos André começa a jogar mais na linha. Gustavo, após matar por trás jogada de Fabinho, leva cartão amarelo. O time são-luizense tem uma boa chance aos 10min, em cobrança de falta. Fabinho recebe a bola dentro da área e Márcio espalma, salvando o time de Santo Ângelo de levar o gol de empate.

Aos 14min, a AGSL coloca Rômulo de goleiro linha e pressiona mais. Aos 17min, a jogada de São Luiz dá certo e Rômulo, de longe, deixa tudo igual novamente: 2×2.

AVALIAÇÃO

No final da partida, o capitão Fabinho, da Asaf, disse que a equipe “está no caminho certo”. “Tomamos dois gols de bobeira. Quem veio ao ginásio viu que criamos muito e não conseguimos fazer o gol”.

Já o técnico da Asaf Raul Sawitzki, que na partida anterior havia reclamado da postura da partida, disse que os jogadores atuaram de forma mais coesa contra a AGSL, mantendo a concentração, porém erraram em detalhes pontuais.

ESCALAÇÃO

A Asaf saiu jogando com Márcio, Diógenes, Gustavo, Tiaguinho e Maurício. Depois entraram Juliano, Fabio Correia, Kiko, Fabinho e Cidão. Ainda foram relacionados Dailon, Robe, Jair e Marcelinho. O técnico é Raul Sawitzki.

A AGSL saiu jogando com Carlos André, Fabinho, Diego Gaúcho, Caturra e Diógenes. Entraram ainda Gé, Rômulo, Becker e Jesus. Também foram relacionados para a partida Bernardo, Renan e Leonardo. O técnico é Jeferson Beccon.