Asaf e Papparella empatam em 3 a 3 pela Taça Noroeste

0
111

Equipe saiu vencendo, tomou a virada e empatou o jogo no final

Como era de se esperar, Asaf e Paparella fizeram um grande jogo de futsal na noite de quarta-feira, pela Taça Noroeste de Futsal 2013. Um jogo com muita movimentação e muita marcação pelas duas equipes. Um dos destaques do jogo foi o goleiro Márcio, da Asaf, com defesas incríveis, que salvou a Asaf em diversas oportunidades.

A Asaf, treinada neste jogo por Alessandro Oliveira, o Ale, rodava bastante seus jogadores. No primeiro quarteto, jogaram Rudiero, Kiko, Tiaguinho e Fabinho. No segundo quarteto, Caturra, Fabinho (AGSL), Zezinho e Maurício. Entraram constantemente ainda, Marcelinho, Juliano e Robe. No gol da Asaf, Márcio. No banco do time missioneiro, também estava o goleiro Júnior.

Do outro lado, no time de Santa Rosa, jogadores do calibre de Rafael Vargas (Assoeva); Marcos Adriano de Oliveira (Assoeva); Diógenes (AGSL); Héctor Gonçalves (Atlântico); Vitor da Silva (Assoeva); Genaro Soares (Assoeva); Paulo Roberto (Cachoeira do Sul); Diego Gaúcho (AGSL); Marcelo Souza (Alaf); Rangel Taian (Marechal Cândido Rondon); Bazílio Payhani (Assoeva).

O JOGO

E foi a Asaf quem primeiro marcou, após pênalti sofrido por Caturra. Faltando 10 com 15 da primeira etapa, Fabinho bateu e abriu o placar para o time santo-angelense. Depois de levar o gol, o time do Restaurante Papparella foi em busca do empate, com um toque de bola envolvente e com os chutes precisos do seu goleiro Bazílio, mas o time missioneiro conseguiu se segurar.

Na segunda etapa, faltando 16 com 24 para o final do jogo, Fabinho marcou novamente e ampliou o placar: 2 a 0. Logo depois, Paulinho Camabalhota diminuiu o placar, após bate e rebate na área do time missioneiro. E João Miguel empatou a partida para o Papparella. Após falha na marcação da Asaf, Vitor Hugo virou o jogo para o time de Santa Rosa. 3 a 2.

No final do jogo, atrás no placar, Ale, treinador da Asaf, colocou Marcelinho como goleiro linha. Logo depois, Maurício empatou o jogo. Ele dominou, fez o pivô, girou sobre o marcador e chutou, sem chance para Bazílio.

No final, o empate prevaleceu. Na próxima sexta-feira, a Asaf enfrenta a equipe do Gavial, de Entre-Ijuís. Se vencer e não levar gols, o time de Santo Ângelo classifica-se em primeiro no grupo.