Asaf elimina o União no Marcelo Mioso e está na final da Série Prata

0
112

Com uma vitória no tempo normal e na prorrogação, Asaf chega à final e conquista vaga na Série Ouro

Jogando intensamente e com muita vibração na noite deste sábado, a Asaf superou duas vezes o União na partida decisiva da semifinal do Estadual Série Prata e está na final da competição. Como havia perdido a primeira partida em Nova Prata, a equipe missioneira precisava vencer no tempo normal e na prorrogação para eliminar seu adversário. Com um placar de 3 a 1 no tempo normal e 2 a 0 na prorrogação, o time de Santo Ângelo viverá novamente uma final de campeonato estadual. Com a classificação à final, a Asaf já tem vaga garantida na Série Ouro 2013.
No tempo normal os gols foram marcados por Tiaguinho, Kiko e Fabinho. No tempo extra, Marcelinho confirmou sua estrela contra o União e fez os dois gols da Asaf. Ele já tinha marcado os dois gols do time na primeira partida da semifinal.

O JOGO

Durante a semana, o técnico da Asaf, Raul Sawitzki, prometeu muita intensidade e velocidade no jogo. Precisando da vitória para seguir na competição, a equipe missioneira foi para cima do União. Mas, em contra ataque, com um minuto de jogo, a equipe visitante teve uma bola na trave. Depois do susto, foi a Asaf quem saiu na frente no placar, com um gol de Tiaguinho, em uma bola divida com a defesa, com 1 min e 50 de partida.

O União marcava bem a Asaf, sem deixar espaços para a construção das jogadas. O time adversário também chegava bem ao ataque. Miscui roubou uma bola de Kiko, ainda no campo de ataque da Asaf, avançou e empatou o jogo.

Após o gol, a Asaf demorou para se acertar novamente em quadra. E no final do primeiro tempo, com as constantes trocas de quarteto, conseguiu criar novas chances de gol, porém, sem êxito. Final da primeira etapa: 1 a 1.

VITÓRIA

Na segunda etapa, com a vontade de passar a frente no placar, o time missioneiro perdeu muitas chances claras de gol e o jogo ficou nervoso.
Quando faltavam 11 com 25, Kiko pôs fim ao sofrimento dos jogadores e da torcida, após tabelinha com Gugu. 2 a 1 Asaf. E quando faltavam 19 segundos para o final, Kiko roubou uma bola na movimentação do goleiro linha do União, tocou para Fabinho que avançou tendo somente um marcador a sua frente. Ele chutou forte, de bico, a bola bateu na trave e entrou. Com isso, a partida foi para a prorrogação.

TEMPO EXTRA

Na primeira etapa da prorrogação, a Asaf se impôs no jogo desde o início, mas não conseguiu marcar. Na segunda etapa do tempo extra, o placar ficou em branco até quando faltava 1 minuto e 54 segundos para o fim. Marcelinho, mais uma vez teve estrela contra a equipe de Nova Prata e abriu o placar. Ele recebeu uma bola de Fabinho em contra ataque e bateu no cantinho, na saída do goleiro.

Faltando 46 segundos para o fim, em ataque do União, foi jogado água na quadra, o goleiro Márcio resvalou e a bola quase ficou nos pés do União. A água teria sido jogada por um membro da comissão do União. A Brigada Militar teve de ser chamada para evitar uma confusão maior.

Quando a bola recomeçou, Tiaguinho sofreu falta. Como era a sexta falta coletiva da equipe visitante, o time missioneiro teve tiro-livre a seu favor. Marcelinho cobrou e marcou. O Ginásio Marcelo Mioso explodiu em alegria. Final de jogo: 2 a 0 na prorrogação e vaga na final da Série Prata.