Asaf empata em 1 a 1 com o União de Nova Prata no Ginásio Marcelo Mioso

0
108

Equipe folga na próxima rodada do estadual, mas faz amistoso contra Cerro Largo

Em sua estreia no Ginásio Marcelo Mioso no Estadual Série Prata, a Asaf empatou em 1 a 1 com o União de Nova Prata, em um jogo de muita marcação. Os gols da partida foram marcados na segunda etapa. Com o resultado, Asaf e União estão empatados em pontos, quatro cada, porém, a equipe de Nova Prata marcou mais gols e é líder da chave 2.

Cerca de 700 torcedores compareceram ao Ginásio Marcelo Mioso. Após um primeiro tempo equilibrado e com poucas chances de gol, a Asaf iniciou melhor o segundo tempo e abriu o placar, logo a 1 minuto e 56 segundos de partida. Coube a Fabinho, capitão da equipe, marcar o primeiro gol após a reforma do Marcelo Mioso.

EMPATE

O Santo Ângelo continuou superior, porém cedeu o empate, e quando faltavam 7 minutos para o final da partida. Fábio arriscou um chute de fora da área e o goleiro Márcio da equipe de Santo Ângelo não conseguiu evitar o empate.

Após ceder ao empate, a equipe missioneira foi para cima do adversário e lutou até o último segundo para virar o placar. Restando cinco minutos para o final, o árbitro deixou de marcar uma falta a favor da Asaf, o que significaria tiro-livre direto, porque a equipe de Nova Prata já tinha atingido o limite de cinco faltas. Faltando 1 minuto e 40 segundos de jogo a equipe missioneira teve uma bola na trave. Mas não foi possível a virada e o jogo terminou no 1 a 1.

FOLGA

A Asaf folga na próxima rodada do Estadual Série Prata.

Porém, no sábado (14), a partir das 20h, a Asaf realiza amistoso com a Associação Cerro Largo no Ginásio Marcelo Mioso. O ingresso será apenas R$ 1.

ASAF: Márico, Rudiero, Kiko e Fainho. Técnico: Raul Sawitzki.

UNIÃO: Lucas, Fabio Correa, Ortiz, Índio e Ulisses.

Gols: Fabinho a 1min56s da segunda etapa (Asaf). Fabio Correa aos 13min da segunda etapa (União).

Arbitragem: Leonardo de Mello Balestieri, auxiliado por Jairo Beal, com a anotadora Tatiana Vargas Felin Sebalhos e o cronometrista Édio Klein.