Cerro Largo Futsal projeta metas para próximo ano

0
208
Rafael Arenhardt, presidente do Cerro Largo Futsal, fala sobre o trabalho para 2020 a frente do Clube . Foto: AI/ Cerro Largo Futsal

O Cerro Largo Futsal conquistou, neste ano, o desejado acesso a Liga Gaúcha 2 – depois de quatro temporadas na série Bronze/ Liga 3. Equipe não ficou com o título, encerrou com o vice, mas a boa campanha garantiu a classificação. Nesta segunda-feira (18), a reportagem do Jornal das Missões conversou com o presidente do Clube, Rafael Arenhardt – presidente do Cerro desde a sua fundação, em dezembro de 2014.

Jornal das Missões: Tu está a frente do Cerro Largo desde 2014, de lá pra cá como tem sido a evolução técnica e administrativa do Clube?
Rafael Arenhardt: Desde lá (2014) até o final de 2020, estou no clube como presidente. Iniciamos com muita gente nova sem muita experiência, conseguimos trazer junto alguns ex-dirigentes da Acle, que já tinham experiência na área. Início foi muito desafiador, 2015 ficamos sem disputar o estadual apenas nos preparamos para vir em 2016. Nosso primeiro ano tivemos um desafio a mais, fazer todo o campeonato jogando em Salvador das Missões devido as obras do nosso Ginásio, montamos um time 90% de pratas da casa, e conseguimos fazer um grande campeonato. Já nos anos 2017 e 2018 buscamos nos reforçar e alcançamos as quartas de finais. Conseguimos ao passar dos anos ir reforçando a equipe com jogadores de nossa região, conseguimos evoluir tecnicamente e também na parte administrativa, onde buscamos nos espelhar em times que deram certo dentro do futsal, fizemos visita a Acbf por exemplo, e hoje contamos com várias amizades com dirigentes da grande maioria dos times do estado, que é de grande importância pois trocamos ideias e com isso conseguimos buscar sempre a evolução. 2019 foi o grande ano do clube, buscamos montar um grupo competitivo e com o foco na vaga na Liga 2, que veio, com muito trabalho eh dedicação de todos os envolvidos.

JM: No que a direção tem focado para 2020?
Rafael: O ano de 2019 foi quase que perfeito. E foi um ano que exigiu muito de todos que estiveram envolvidos, por isso a direção tirou uns dias para descansar. Mas já na próxima semana começamos a traçar os passos para 2020. Vamos fazer as avaliações necessárias, ver principalmente os pontos que não deram certo este ano e que precisamos evoluir, pois 2020 teremos grandes desafios, uma competição mais longa e mais difícil ainda, então precisamos planejar bem para conseguir fazer novamente um grande ano, claro que assim como fizemos até aqui, tudo com muita responsabilidade e pés no chão. Como se diz, não dar o passo maior que as pernas, ou seja, fazer tudo conforme nossa parte financeira é capaz de cobrir.

JM: Tem expectativa de contratação de novos jogadores? Algum encaminhado? Pode adiantar pra gente?
Rafael: Primeiro passo vai ser avaliar nosso grupo, buscar manter a base, e, com certeza, teremos que reforçar a equipe, por termos pela frente um ano que será mais competitivo, e precisamos de um grupo forte, assim como foi o deste ano. Como é um campeonato mais longo, precisamos pensá-lo muito bem. Não temos nenhuma negociação até o momento, a partir da próxima semana, vamos iniciar os trabalhos, e nomes só depois de concretizadas as renovações ou novas contratações.

JM: Como tem sido o diálogo com empresários, para conseguir patrocinadores?
Rafael: Começamos a visita aos nossos apoiadores de 2019, principalmente para agradecer o apoio fundamental deles neste ano, e já iniciar o planejamento para 2020, temos mais de 80 empresas para visitar, pretendemos fazê-lo até o final deste mês. Nas primeiras visitas estão sendo satisfatórias, uma vez que as empresas vêm confirmando o apoio novamente, um exemplo, é o do nosso patrocinador master as Lojas Becker, que já confirmaram a renovação do patrocínio

JM: O que o torcedor pode esperar do Clube para o próximo ano?
Rafael: Mais uma vez uma equipe aguerrida, que vai brigar a cada jogo para buscar o título, e dentro de quadra buscar agradecer o grande apoio que vem de nossas arquibancadas que sempre estão cheias.

JM: Depois de muito tempo, Cerro sobe, o que representa isso para o Clube?
Rafael: Uma satisfação muito grande, pois o acesso veio dentro da quadra, por nossos méritos, tudo pensado ano após ano. Tivemos o convite da Liga Gaúcha para disputar a Liga 2 este ano, mas optamos por ficar na Liga 3 e buscar a vaga dentro de quadra, sem pular etapas. Pois temos o pensamento de que tudo tem a hora certa pra acontecer. Às vezes, subir por subir pode acabar não tendo o resultado esperado ali na frente. Como já citei, tudo pensado, com responsabilidade e principalmente com os pés no chão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here