Classificado após vitória contra o Canoas, Santo Ângelo joga para conquistar a 1ª posição do grupo

0
92

Time enfrenta o Tupi, de Crissiumal, amanhã à tarde, no Estádio da Zona Sul, pela última rodada

Primeiro, a tranquilidade da classificação antecipada e do fim de qualquer possibilidade de rebaixamento. Agora, a luta pela 1ª posição do Grupo A.

Depois de na 6ª rodada vencer o Canoas por 2 a 1, na tarde da última quinta-feira (1º), no estádio Sady Schmidt, em Campo Bom, e de garantir matematicamente a vaga às quartas de final do 2º turno, o Santo Ângelo volta a campo neste domingo (3), no Estádio da Zona Sul, a partir das 15h30min, contra o Tupi, pela última rodada da fase de grupos. Ambos os times somam 13 pontos em seis jogos, e o Santo Ângelo, 3º colocado, perde para o Tupi, 2º, no saldo de gols. Certeza de um confronto equilibrado, bem como o técnico Elton Petry frisa terem sido os outros jogos ao longo do campeonato.

“A equipe pode não estar jogando um futebol excepcional, como nos cobram, mas os resultados têm vindo. Conseguimos não apenas nos afastar do rebaixamento, mas também a classificação com uma rodada de antecedência. Estamos jogando quarta e domingo, quarta e domingo, enfrentando times de qualidade e que buscam a mesma coisa que nós. Estamos no limite físico desde o jogo contra o Panambi (no dia 16 de abril), então, dentro das nossas condições físicas e psicológicas, temos conseguido jogar o suficiente para ganhar”, analisa o treinador, que complementa: “Entre ganhar jogando mal e perder jogando bem, prefiro ganhar jogando mal”.

Para o jogo de amanhã, Josimar e Cléberson são desfalques e Fábio Buda é dúvida. Alguns jogadores poderão ser poupados.

CONFUSÃO NO FINAL DO JOGO
Uma confusão foi registrada no final do jogo. O atacante Edinilson, do Canoas, acusou um jovem ligado ao Santo Ângelo de ter proferido ofensas racistas durante uma discussão, fora do campo. A Brigada Militar atendeu à ocorrência e registrou um boletim de atendimento.

O jovem, que tem deficiências mentais, é um torcedor próximo do clube e havia viajado com a delegação. Edinilson optou por não registrar boletim de ocorrência e, segundo o diretor-executivo do Santo Ângelo, Edson Machado, “foi um mal-entendido, que já tinha sido resolvido na hora entre os dois clubes”.