De virada, Asaf perde para o Desportivo de Vale do Sol

0
104

Placar foi de 5×3 para a ADVF

A Asaf jogou na noite deste sábado (21) em Vale do Sol pela segunda rodada da segunda fase do Estadual Série Prata de Futsal. Em quadra pequena, a equipe missioneira não conseguiu segurar o placar e, de virada, acabou perdendo por 5×3 contra o Desportivo de Vale do Sol.

Sem Rudiero, que já estava liberado pelo departamento médico, porém foi poupado pelo técnico Raul Sawitzki, a Asaf saiu jogando com Márcio, Robi, Marcelinho, Kiko e Fabinho. Ainda foram relacionados Junior, Juliano, Maicon, Tiaguinho, Chaves, Maurício e Gugu.

A equipe do Vale do Sol, treinada por Cassiano Quaresma, saiu com Pet, Murilo, Maringá, Felipe e Cemin. Foram relacionados também Grade, Paulinho, Dadinho, Baltazar, Moisés, Valdin e Alan.

PRIMEIRA ETAPA

O jogo começou muito corrido, devido à quadra pequena. Aos 7min, Robi abriu o placar para a Asaf: 0x1. Dez segundos depois, Marcelinho amplia para a equipe missioneira: 0x2. A ADVF tenta reduzir a diferença, mas esbarra no goleiro Márcio, que por várias vezes evitou o gol. Após falha de Juliano, o Desportivo de Vale do Sol reduz o placar com Maringá: 1×2. Pressionada, a Asaf evita o empata por diversas vezes, com o goleiro Márcio.

SEGUNDA ETAPA

No segundo tempo, a ADVF empatou a partida com Murilo, que recebeu bola da cobrança de tiro de canto, chutou e passou pelas pernas de dois jogadores e do goleiro: 2×2.

A equipe de Vale do Sol teve um gol anulado pelo árbitro, que viu toque de mão de Alan. Logo depois, a ADVF virou a partida, novamente com Maringá, em cobrança de falta: 3×2.

A Asaf empata o jogo com Juliano. Em cobrança de falta, o atleta manda uma bomba para o fundo do gol: 3×3.

No finalzinho, faltando 30 segundos, o Desportivo novamente ampliou o placar com Cemin, de calcanhar: 4×3. Segundos depois, a Asaf joga com goleiro linha, que falha e deixa Cemin ampliar o placar: final da partida 5×3 para o Desportivo Vale do Sol.

Ao final da partida, o técnico Raul Sawitzki admitiu que a equipe errou, principalmente ao fazer uma jogada desnecessária no finalzinho. “Tivemos a oportunidade de matar o jogo e não matamos. Perdemos oportunidades e acabamos perdendo no final”, concluiu Raul.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

A Asaf tem dois desafios em casa pela frente. No próximo sábado (28), a equipe missioneira recebe o Lagoense no Ginásio Marcelo Mioso, a partir das 20h. Já no dia 4 de agosto, quem vem para Santo Ângelo é a Acaf, de Cruz Alta, em partida também com início às 20h.