Direção do Santo Ângelo anuncia que irá disputar campeonato estadual no próximo ano

0
110

Decisão foi tomada durante assembleia com o Conselho Deliberativo

Em assembleia extraordinária na noite de terça-feira (26), no Estádio da Zona Sul, foram eleitos os três vice-presidentes da AER Santo Ângelo. Foram confirmados os três vices que já haviam sido indicados pelo presidente Plínio Pereira. Ricardo Timm, Zecarlos Libardoni e Jorge Obermeier da Silva foram aclamados por unanimidade pelos presentes.

Do encontro participaram o presidente do Conselho Deliberativo, Adão Lago Pinto, o secretário, José Hamilton Pedrazza, além de conselheiros do clube. Na ocasião, o presidente Plínio Pereira confirmou que em 2014 o Santo Ângelo terá uma equipe disputando o futebol profissional.

Segundo um dos vice-presidentes, Ricardo Timm, até o final da semana serão implementadas as ações para viabilizar o futebol profissional do clube. “Uma das ações que já podemos anunciar será a apresentação de um novo plano de sócios. Queremos resgatar os antigos sócios, que por um motivo ou outro deixaram de participar”, disse Ricardo.

O vice explica que a atual direção nunca quis acabar com o futebol profissional santo-angelense. “Mas precisamos agir com transparência e seriedade. O valor para que o clube dispute a Série A2 continua sendo de aproximadamente 600 mil reais. Obviamente que se os empresários que já manifestaram interesse trouxerem jogadores sem custo para o clube, este valor cairá”, explica Timm.

Conforme informações do vice, a auditoria proposta pela atual direção continua em andamento e é necessária para trazer investimentos e negociar as dívidas do clube. “Vamos nos empenhar ao máximo para que a AER dispute o estadual no próximo ano. Pedimos que os dirigentes e ex-dirigentes, a comunidade e os empresários se unam para nos ajudar, porque queremos futebol, mas para isso precisamos da ajuda de todos”, salienta.

Entenda o caso

Após a renúncia do presidente da AER, Vando Ribeiro – que pediu seu desligamento devido ao cargo de vereador não possibilitar ao clube angariar incentivos financeiros do Executivo Municipal –, e dos dois primeiros vice-presidentes, Carlos Lunardi e Luis Ghellar, o terceiro vice-presidente, Plínio Paulo Pereira, assumiu interinamente o Santo Ângelo em 31 de agosto deste ano, conforme o estatuto.

Plínio Pereira se comprometeu a continuar na direção do clube, pela próxima gestão, que vai até outubro do ano que vem. “A nossa concordância em assumir tal responsabilidade deu-se pelo fato de que era imprescindível naquele momento que o clube não ficasse sem comando. Até porque existem demandas judiciais pendentes, que têm de ser solucionadas”, disse o presidente da AER, em entrevista quando assumiu a direção do clube. Plínio Pereira nomeou como seus vice-presidentes Ricardo Timm, Zecarlos Libardoni e Jorge Obermeier da Silva.

Há algumas semanas Ricardo Timm anunciou que dificilmente o clube participaria do Campeonato Estadual Série A2 no ano de 2014, pois as dívidas financeiras e a dificuldade de angariar recursos não possibilitariam esta disputa. Com esta decisão a AER voltaria a jogar em 2015 na Terceira Divisão do Gauchão. A divulgação fez com que alguns ex-dirigentes informassem que fariam nova chapa para disputar eleições.

No dia 21, o Conselho Deliberativo convocou Reunião Extraordinária para eleição de novos membros da diretoria, através de edital. O presidente do CD do Clube, Adão Lago Pinto, afirmou que a diretoria estava composta apenas pelo presidente, e os vice-presidentes precisariam ser eleitos pelo conselho.

Torcida Guary pede manutenção do futebol do Santo Ângelo em 2014

Do lado de fora da reunião da direção e conselheiros da Associação Esportiva e Recreativa Santo Ângelo, na terça-feira (26), membros da torcida Guary Missioneiro aguardavam ansiosos o resultado, na expectativa de que fosse anunciada a participação do clube na Série A2 em 2014. Felizmente, para o grupo, isso se confirmou.

“O futebol em Santo Ângelo é possível. Não podemos deixar apagar essa vela. Se fechar o clube neste ano ele não volta mais. Em outras cidades, como Cruz Alta e Uruguaiana, os clubes pararam e não voltaram mais”, afirma o presidente da torcida Guary, o vendedor Gladimir Antonio Donadel.

Os torcedores se reúnem semanalmente. Em dias de jogos, a torcida chega a contar com 80 participantes, que apoiam o clube munidos de instrumentos musicais e faixas. “No meio do ano, quando a torcida foi formada, começamos a ir em todos os jogos fora de casa também, não apenas no Estádio da Zona Sul”, lembra o presidente.

A torcida pleiteia, com a direção do Santo Ângelo, uma sala no Estádio da Zona Sul, para encontros e para guardar materiais. A ideia, também, é confeccionar camisetas e bonés para comercializar, além de ampliar o número de torcedores. “Temos pessoas de todas as idades no time. Nossa cidade merece uma torcida que a apoie, pois temos um clube de tradição”, complementa Gladimir, que torce pelo Santo Ângelo desde a fusão das equipes que o formou.