Em confronto direto pela classificação, equipe recebe União Frederiquense

0
134

Time santo-angelense joga amanhã, a partir das 15h30min, pela Divisão de Acesso

Após vitória em cima do Marau pela rodada do meio de semana da Divisão de Acesso, a SER Santo Ângelo recebe amanhã o União Frederiquense, buscando novo resultado positivo para subir na tabela de classificação do Grupo B. A partida ocorre a partir das 15h30min, no Estádio da Zona Sul.

O confronto com o União também é direto na disputa por vaga na próxima fase do campeonato, já que a equipe de Frederico Westphalen está, no momento, com a quinta vaga para a próxima etapa da Divisão de Acesso. O time ocupa a quinta colocação, com 16 pontos, seis a mais que a SER Santo Ângelo, sexto colocado na tabela. Com a vitória na rodada anterior e com a combinação da derrota do Panambi para o Tupi, o time de Santo Ângelo subiu uma posição na tabela. Até o momento, em 11 jogos, a SER Santo Ângelo soma duas vitórias, quatro empates e cinco derrotas na Divisão de Acesso. O confronto de amanhã é o segundo da sequência de quatro partidas em casa. Os próximos duelos serão contra o São Luiz, de Ijuí, e Tupi, de Crissiumal.

Ingressos
Os ingressos para a partida estão sendo vendidos no valor de R$ 15 antecipados e R$ 20 na hora para arquibancadas e R$ 20 antecipados e R$ 30 na hora para cadeiras. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos no Posto Tiarajú, Posto Kairã, restaurante Boun Mangiare (antigo Tagreli), na Lancheria do Zica (junto ao Estádio), Agropecuária Integração, Mercado do Plínio e Prolar Materiais de Construção.

Transmissão
A Super Rádio Santo Ângelo, AM 930, realiza a transmissão ao vivo da partida, com jornada esportiva a partir das 14h45min, com narração de Irani Brum, comentários de Pontes, reportagem de Paulo Viana e Rafael Ferreira, plantão esportivo de Carlos Costa e técnica de Valtair Pinheiro e Alessandro Fernandes.De virada, SER Santo Ângelo vence Marau e sobe na tabela

Jogando contra o Marau na quinta-feira (21), a SER Santo Ângelo conquistou sua segunda vitória pela Divisão de Acesso. O resultado de 2 a 1 no duelo em casa pela quarta rodada do returno da competição deu fôlego ao time na disputa do campeonato. Com a vitória, a equipe missioneira passa a ocupar a sexta colocação no Grupo B, com dez pontos, seguida de SER Panambi e Marau, penúltimo colocado e lanterna, respectivamente.

Pela fórmula da competição, três clubes serão rebaixados para a Terceirona Gaúcha: os dois últimos colocados de cada chave e o pior penúltimo colocado. A posição em que se encontra a SER Santo Ângelo é a chamada zona neutra, entre os classificados para a próxima etapa da competição e os possíveis rebaixados.
Em confronto direto entre SER Santo Ângelo e Marau, na briga contra o rebaixamento, a partida começou movimentada, com o Marau pressionando nos primeiros minutos da etapa inicial e posteriormente, com a recuperação da SER Santo Ângelo, que teve boas chances de abrir o escore com Diniz e Vinícius.
No lado santo-angelense, o técnico César Pagliarini fez alterações para o segundo tempo, deixando a equipe mais ofensiva com a entrada de Cristiano e Sertãozinho. Mas foi o Marau que abriu o placar aos 14 minutos, quando João Antônio arriscou de longe em chute forte e rasteiro. Vencendo, o Marau se fechou e passou a jogar nos contra-ataques.

O gol de empate da SER Santo Ângelo veio em lance polêmico. Lucas Pires recebeu passe, dividiu com o goleiro adversário e chutou para o gol, a bola bateu no zagueiro e o auxiliar de arbitragem assinalou o gol para o time de Santo Ângelo. A marcação foi reclamada pela equipe visitante, alegando que a bola não havia entrado.

Precisando da vitória, o time da casa foi para cima nos minutos finais de partida e conseguiu a virada. Lucas Pires, que desta vez teve a oportunidade de iniciar entre os titulares da partida, fez bela jogada passando pela marcação e deu toque que encobriu o goleiro. A boa bateu na trave e voltou para o estreante Vinícius mandar para as redes, virando o placar da partida para 2 a 1.

Ficha técnica
SER Santo Ângelo: Rodolfo, Padel, Igor, Mario e Leonardo Silva (Plínio Jr.); Guilherme Santos, Diniz, Diego Viana (Cristiano) e Munhoz (Sertãozinho); Lucas Pires e Vinícius.
Técnico: Cesar Pagliarini
Marau: Anderson, Alisson, Dudu, Paulo e Bastos; Guilherme, Kelvin, Alisson Spier (Gian) e Juninho Botelho (Wilker); João Antônio e Rafael (Geison). Técnico: Itaqui