Gol de empate sofrido aos 46 e vitória conquistada aos 49: em jogo eletrizante, Santo Ângelo bate o Panambi

0
88

Fora de casa, time missioneiro teve superação no segundo tempo e fez 4 a 3

De uma situação o torcedor que foi ao estádio João Marimon Junior, o Piratini, em Panambi, na noite desta quarta-feira (16), não pode reclamar: de falta de emoção. Em um segundo tempo eletrizante, com duas viradas, o Santo Ângelo venceu o Panambi por 4 a 3, pela 2ª rodada do 2º turno da Divisão de Acesso, e permanece na liderança do Grupo A, com 100% de aproveitamento.

O Panambi começou o jogo pressionando, mas o Santo Ângelo conseguia suportar. E o primeiro gol do time visitante saiu aos 20 minutos, quando Fábio Buda, no lado direito, evitou a saída de bola na linha de fundo e cruzou. Guilherme Santos driblou o zagueiro Vinícius e, de dentro da área, chutou de pé esquerdo, fora do alcance do goleiro Fabiano, fazendo 1 a 0. O Panambi se desestabilizou ao sofrer o gol e o restante do primeiro tempo foi praticamente dominado pelo Santo Ângelo.

No segundo tempo, o Panambi, correndo atrás do resultado, buscou novamente iniciar o jogo pressionando o Santo Ângelo. Aos 19 minutos, após cobrança de escanteio, o time da casa chegou ao empate com o zagueiro Vinícius, que subiu para cabecear sem marcação. E foi o mesmo Vinícius que virou a partida: aos 28, aproveitando cobrança de falta, ele conseguiu cabecear mais uma vez em meio à defesa santo-angelense e fez o 2 a 1.

RESPOSTA IMEDIATA E REAÇÃO
A resposta do Santo Ângelo foi imediata. Em jogada do lateral Rossi pela direita, ele cruzou para a área e o atacante Cléberson Luís empatou, aos 30, desviando de cabeça do goleiro Fabiano. No placar, 2 a 2.

Quando o jogo parecia se encaminhar para o empate, o Santo Ângelo chegou aos 3 a 2 – a segunda virada da partida. Aos 42 minutos, em bela jogada, da qual participaram Lucas, Alexandre e Juninho Ribeiro, Juninho fez um lançamento que deixou Josimar na cara do gol, e o atacante, que havia entrado no segundo tempo, tirou do goleiro e não desperdiçou.

Porém, o time missioneiro não soube segurar o resultado do momento e, num contra-ataque do Panambi, aos 46, após cruzamento na área do Santo Ângelo, o goleiro Altieri tentou segurar a bola, a soltou nos pés de um jogador do Panambi e cometeu pênalti, convertido por Gavião, que fez o 3 a 3. Mas o Santo Ângelo tem Cléberson Luís. Após estrear com gol no último sábado, nos 3 a 0 em casa contra o Riopardense, o atacante, que veio do Treze de Campina Grande-PB para a disputa do 2º turno, fez bela jogada de velocidade e dribles pela esquerda e cruzou para a área. Lucas tentou finalizar e a bola sobrou para Josimar, que dominou, bateu e marcou, aos 49 minutos, decretando o 4 a 3 numa partida em que emoção e gols não faltaram.

“Venho trabalhando firme. Reconheço que não fiz um bom 1º turno, mas é no dia a dia, com trabalho e a união do grupo, que tenho me recuperado. Não baixei a cabeça e o professor (o técnico Elton Petry) veio para ajudar ainda mais. Continuei trabalhando firme, não me deixei cair e hoje fui abençoado com esses dois gols”, declarou Josimar após a partida, em entrevista à Rádio Santo Ângelo. Para o técnico Elton Petry, a vitória foi “o resultado de um grupo que não desiste nunca”. “Foi o jogo da superação, de um time que quer chegar, de um grupo que sabe aonde quer ir”, analisou.

SITUAÇÃO NA TABELA
Com o resultado, o Santo Ângelo mantém os 100% de aproveitamento e lidera o Grupo A, em função do melhor saldo de gols. O time tem saldo 4, enquanto o Tupi, de Crissiumal, que também soma 6 pontos, tem saldo 2.

A próxima partida do Santo Ângelo será novamente fora de casa. No próximo domingo (20), enfrentará o Internacional-SM no estádio Presidente Vargas, a partir das 15h30min. Já o Panambi, no mesmo dia e horário, enfrentará o União Frederiquense, também fora de casa.