Início da Divisão de Acesso está suspenso por falta de liberação dos estádios

0
118

Alvará do Estádio da Zona Sul, em Santo Ângelo, vence em 5 de março. Diretoria encaminhou renovação

O início da Divisão de Acesso 2016 está suspenso, até segunda ordem, conforme nota divulgada no domingo (14), pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Conforme nota do presidente da FGF, Francisco Novelletto Neto, “tendo em vista que até a presente data os clubes participantes do Campeonato da Divisão de Acesso 2016 não conseguiram atender as exigências do Corpo de Bombeiros para a liberação de seus estádios e consequentemente não apresentaram os laudos exigidos por lei, RESOLVE suspender, até segunda ordem, o início da competição”.

Conforme o dirigente, a poucos dias do início da competição, nenhum laudo para liberação dos estádios foi concedido pelo Corpo de Bombeiros, situação semelhante à vivida pelo Cristo Rei, liberado com restrições para a partida entre Aimoré e Inter, no domingo (14), quando menos de mil torcedores puderam comparecer.

Quanto a situação do Estádio da Zona Sul, em Santo Ângelo, local onde a SER Santo Ângelo recebe seus adversários, o vice-presidente do clube, Cláudio Somavilla, afirma que “por enquanto, não temos nada a temer. O alvará expedido pelos Bombeiros e Brigada Militar, que autoriza a entrada de 1800 pessoas, segue com validade até 5 de março deste ano. Nesta semana o engenheiro está encaminhando a solicitação para que os Bombeiros realizem a avaliação do Estádio, pois o alvará deve ser encaminhado num prazo de 15 dias antes do início da competição. Vamos aguardar a avaliação para ver a quantidade de pessoas que será liberada”. De acordo com o dirigente, um posicionamento mais preciso da direção será manifestado após a avaliação dos Bombeiros, no final desta semana.

O comandante do Corpo Regional dos Bombeiros de Santo Ângelo, Anderson Foliatti da Silva, confirmou que a SER Santo Ângelo já encaminhou a renovação de seu alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio e que no momento os Bombeiros estão aguardando a apresentação de documentos necessários para atender o Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI).