Lasca de quadra já causou morte no Paraná em 2010

0
94

Um incidente parecido com o do atleta da Asaf Marcelinho, que teve uma lasca de 13cm cravada em sua perna, causou estrago maior no ano de 2010 no Paraná.

No dia 7 de março de 2010, durante um jogo de futsal na cidade de Guarapuava, pelo Campeonato Paranaense, o atleta Robson Rocha acabou vitimado após dar um carrinho na canto da quadra para impedir um chute adversário.

Ele teve a perna e o intestino perfurados por uma lasca da quadra. O jogador chegou a ser levado consciente para o hospital, mas morreu cinco horas depois de uma cirurgia.

Antes desse triste fato, dois incidentes semelhantes já haviam ocorrido naquela mesma quadra em Guarapuava e a prefeitura da cidade prometeu mudança, o que não ocorreu.

Segundo o presidente da Asaf, João Bueno, será enviado um ofício para a Federação cobrando providências com relação à quadra do Ginásio onde a AGE manda seus jogos, em Guaporé. “Naquela quadra não jogamos, caso a gente enfrente a AGE na próxima fase”, reitera.