Luxemburgo não é mais o técnico do Grêmio

0
97

Vanderlei Luxemburgo não é mais técnico do Grêmio. O técnico foi avisado na manhã deste sábado da decisão da direção e deixou o estádio Olímpico durante a realização do jogo-treino contra o Caxias. "Nós avaliamos que o clube precisava mudar e esta mudança começou pelo treinador", disse o diretor-executivo Rui Costa em entrevista coletiva.

De acordo com Rui Costa, a decisão foi unânime e ocorreu durante uma reunião. "Tomamos esta decisão, que teve a concordância de todo o departamento de futebol com o presidente. Comunicamos o Vanderlei da sua saída de forma transparente e tenho certeza que ele sai do Grêmio pela porta da frente", afirmou.

Questionado sobre a demorada na tomada da decisão, Rui Costa explicou que o trabalho de Luxa estava sob constante avaliação e a direção precisava encontrar uma maneira de recomeçar o Brasileirão. "Nós entendemos que precisávamos de um fato novo para a retomada da competição. E não chegamos a esta decisão somente nessa sexta, mas já tínhamos algumas avaliações sobre isso e hoje comunicamos o treinador", explicou.

Para a continuidade do trabalho, Rui Costa disse que o auxiliar-técnico Roger Machado foi designado para comandar os treinamentos. "Nós não vamos mudar o restante da estrutura da comissão técnica. Temos um preparador de goleiros e o Roger tem autonomia para fazer as atividades durante este período em que buscaremos o novo treinador", frisou.

O diretor-executivo deixou claro que o Grêmio não fez consulta aos jogadores para decidir pela saída de Luxemburgo. "Assim que comunicamos a decisão ao Vanderlei, nos reunimos com os jogadores e passamos a informação, até por uma questão de lealdade", argumentou.

"Futebol muda em 48 horas"

A convicção que manteve Luxemburgo após a desclassificação na Libertadores já não era a mesma na última semana, segundo Rui Costa. O dirigente afirmou que a decisão de ficar com o treinador naquele primeiro momento foi uma opção madura. "O futebol muda em 48 horas e nós quando ficamos com a comissão técnica depois da eliminação é porque não queríamos uma definição com cunho emocional. Agora fizemos a reavaliação, depois de um longo tempo de amostragem, e concluímos que precisávamos mudar", resumiu.