Noite de muitos gols no jogo festivo entre Asaf e ACBF

0
99

Equipe de Carlos Barbosa venceu por 7×0 o representante de Santo Ângelo

Uma noite de muitos gols marcou a reinauguração do Ginásio Municipal Marcelo Mioso. Após a reedição do clássico entre Tamoyo e Olympia, em que o Olympia venceu por 6×3, a Associação Santo Ângelo de Futsal – Asaf encarou o multicampeã ACBF – Associação Carlos Barbosa de Futsal. Os jogos marcaram o aniversário de 139 anos de Santo Ângelo, neste 22 de março de 2012.

Como nos demais amistosos que disputou neste ano, a ACBF goleou a Asaf por 7×0, em que o time de Carlos Barbosa mostrou a superioridade que já lhe deu muitos títulos. O plantel que veio para Santo Ângelo na noite desta quinta-feira, inclusive, foi completo, com boa parte dos jogadores sendo titulares da Seleção Brasileira de Futsal.

A Asaf, por sua vez, que começou a treinar recentemente, desperdiçou as poucas chances de gol. O treinador Raul Sawitski e o presidente do clube, João Bueno, destacaram que este foi o primeiro treino com outra equipe na preparação para a disputa da Série Prata, que começa em 31 de março.

Na primeira etapa, aos 2min, Sinoê abriu o placar para a equipe de Carlos Barbosa, após falha do goleiro Junior. Logo após, com gol contra de Thiaguinho, a ACBF ampliou o placar: 2×0. Cristian marcou o 3° e Pauletto o 4° gol da ACBF. Final do primeiro tempo: ACBF 4×0 Asaf. No intervalo, o técnico da Asaf, Raul Sawitzki, destacou que é muito grande a diferença dos atletas na parte física, e ressaltou que foi pequeno o tempo de treinamento da equipe da Asaf, o que estava se refletindo no amistoso. “Mas está sendo um bom jogo pela experiência”, acrescentou, lembrando que daria oportunidade a todos os jogadores de entrar em quadra.

Na segunda etapa, após a Asaf perder um gol, a ACBF ampliou o placar. Logo depois, Kevin marcou o sexto para a equipe da Serra: 6×0. A Asaf teve algumas chances, todas desperdiçadas, e no final ainda levou o sétimo, do meio da quadra. Placar final: ACBF 7×0 Asaf.

A ACBF iniciou jogando com Lavousier, Rodrigo, Marcênio, Jonathan e Sinoê. Técnico: Paulinho Sananduva. Já a Asaf iniciou com Junior, Rudiero, Kiko, Thiaguinho e Fabinho. Técnico: Raul Sawitski. A arbitragem foi de Dejaime Turra e Jairo Beal.