Papparella elimina Asaf da 13ª Taça Noroeste

0
102

Equipe de Santo Ângelo levou 3 a 2 do seu adversário na semifinal do torneio

Asaf e Papparella fizeram um jogo, válido pelas semifinais da 13ª Taça Noroeste, com todas as características de uma grande decisão: dois ótimos times; toques refinados de bola, muita marcação e entrega em quadra, postura tática e gols. Além de muita vibração das duas torcidas, que lotaram o Ginásio Dom Bosco, em Santa Rosa.

Dessa vez, o Papparella foi melhor e venceu a partida por 3 a 2, de virada, eliminando a equipe santo-angelense da competição. Agora, a equipe de Santa Rosa enfrenta o Tarumã na final, que será disputada nesta sexta-feira, às 21h.

O JOGO

As duas equipes começaram o jogo agressivas. Aos 22 segundo Misco, da Asaf, arriscou um chute de fora da área e a bola passou perto da meta do goleiro Rafael. Com 7 minutos jogados, a equipe de Santo Ângelo abriu o placar. Zezinho rolou uma bola para Misco, em cobrança de falta, que chutou forte no canto esquerdo do goleiro.

Depois disso, a Asaf poderia ter ampliado o placar, novamente com Misco, em duas jogadas individuais, faltando 5min e 30s e 4min e 50s, quando o jogador da Asaf exigiu duas grandes defesas do goleiro adversário em chutes. Um minuto depois, Guga, do Papparella quase empatou. Ele recebeu uma bola livre de marcação, mas acabou chutando na trave.

Todas as emoções ficaram reservadas ao segundo tempo. Logo no início, aos 25 segundos de partida, Márcio, da equipe de Santa Rosa, aproveitou rebote em falta batida por Hector e empatou a partida.

Depois de levar o gol, a Asaf se desestabilizou um pouco na partida e deixou espaços para o Papparella, uma equipe experiente e muito técnica, que não deixou barato, virando a partida quando faltava 15min e 46s. Guga, que já havia acertado a trave de Paredes, dessa vez não errou e, numa falha de marcação da Asaf, recebeu uma bola sozinho, em uma bola cruzada e só empurrou para o gol. 2 a 1 Papparella.

Dois minutos depois, a Asaf chega ao empate. Kiko tabelou com Zezinho, que recebeu a bola na marca do tiro livre e, escapando da forte marcação, chutou no cantinho esquerdo do goleiro Rafael. 2 a 2.

A partir daí, as duas equipes passaram a criar diversas chances de gol. O jogo estava aberto. Até que, faltando 2min e 22s, Alisson, do Papparella, recebeu uma bola rolada de lateral e, da meia quadra, acertou uma bomba no canto esquerdo de Paredes, que não teve tempo de buscar a bola.

Imediatamente o técnico Raul Sawitzki colocou Misco como goleiro linha da Asaf, mas não foi possível reverter o placar adverso. Final, 3 a 2 para o Papparella, que conseguiu sua revanche contra a equipe santo-angelense após tomar 6 a 1 na primeira fase.