Santo Ângelo dá vexame diante de sua torcida e leva 4 a 1 do Esportivo

0
103

A equipe de Bento Gonçalves fez os quatro gols na primeira etapa e liquidou o jogo

A torcida missioneira compareceu em bom número para prestigiar o Santo Ângelo contra o líder Esportivo na noite de ontem, no Estádio da Zona Sul. Uma vitória em casa deixava o time santo-angelense em boas condições de brigar por uma vaga no quadrangular final da Divisão de Acesso. No final da primeira etapa houve uma debandada geral do torcedor.

O motivo foi o futebol vergonhoso apresentado pela equipe na primeira etapa. Erros de passes, chutões e o pior: erros fatais na marcação. Em quatro falhas do sistema defensivo, o Esportivo não perdoou e fez quatro gols. Tudo isso nos primeiros 45 minutos de partida.

APAGÃO

O Santo Ângelo teve três importantes desfalques para a partida. O goleiro Márcio, machucado, o volante Amaral, expulso e o atacante Eder Machado, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No gol, Beto Campos escalou Pedro Paulo, no meio, jogou Marcelo Guerreiro e Maxwal assumiu o ataque da equipe missioneira.

O Esportivo, que lidera a chave 4 da Divisão de Acesso, aproveitou as falhas defensivas, principalmente em contra a ataques e empilhou gols.

O primeiro foi marcado por Anderson Feijão, aos 10 minutos. Depois, aos 18 minutos, em bola nas costas do ala direito Gudi, Zaferio saiu na cara do goleiro Pedro Paulo, chutou e no rebote Raone conferiu e ampliou. Aos 24, foi a vez do zagueiro e capitão Márcio Nunes falhar. Zeferino aproveitou e fez o terceiro da equipe da Serra.

No quarto gol, a falha mais grosseira do Santo Ângelo. O goleiro Pedro Paulo e o zagueiro Márcio Nunes tinham o controle da bola, um deixou para o outro, Cassiano, esperto, deu um toquinho por cima do goleiro do Santo Ângelo e ficou livre para marcar o quarto gol, aos 31 minutos.

MELHORA

Na segunda etapa, o técnico Beto Campos fez uma mudança no meio campo. Deslocou Marabá para o meio campo e Faísca para a ala esquerda. Depois, com a bola rolando, colocou Paulinho no lugar de Maxwal.

O Santo Ângelo, enfim, passou a tomar a iniciativa do jogo. A segunda etapa foi toda da equipe missioneira, que criou boas oportunidades e teve até uma bola na trave. Aos 28 minutos Marabá marcou o de honra, batendo falta.

Porém, o estrago já estava feito na primeira etapa e a equipe missioneira acabou dando vexame diante da sua torcida.

Com a derrota, a equipe permanece na vice-lanterna da sua chave, com três pontos.

O Santo Ângelo joga contra o Inter-SM na segunda-feira, às 20h, em Santa Maria. Depois, no início do returno, enfrenta novamente o time de Santa Maria, no dia 10 de junho, às 15h30, na Zona Sul. Se vencer as duas partidas, chega a nove pontos e melhora consideravelmente sua situação na tabela.