Santo Ângelo perde para o Sapucaiense aos 47 do 2° tempo

0
91

Partida foi realizada em São Leopoldo e iniciou com atraso de 1h30min

Com jogo transferido para São Leopoldo, no Estádio Cristo Rei, Santo Ângelo e Sapucaiense enfrentaram-se nesta quarta-feira à tarde pela segunda rodada da Divisão de Acesso 2012. O jogo era para começar às 15h30min, mas devido à falta de médico, a partida só começou às 17h, quando o profissional chegou ao estádio.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa foi morna e equilibrada. No início, o Sapucaiense assustou com Dieisson, que aos 12min bateu forte e obrigou o goleiro Márcio a tirar para fora com a ponta dos dedos. O Santo Ângelo tentou contratacar algumas vezes, porém sem levar grande perigo ao gol adversário. Novamente aos 30min, o ataque do Sapucaiense assusta o time missioneiro, obrigando Márcio a fazer grande defesa. O Santo Ângelo quase chega lá várias vezes, porém a mais próxima do gol veio com Marabá, aos 43min, que ao receber toque de Roberto, bate forte e passa perto do arco do goleiro Julio Cesar.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa foi quase toda do Santo Ângelo. Aos 9min, Eder Ceccon quase abre o placar. O Sapucaiense assustou com Felipinho, aos 16min, que obriga Márcio a fazer grande defesa. Depois, aos 23min, Marabá recebe bola dentro da área, mas bate mal e Julio Cesar pega na mão. Aos 29min, o goleiro salva o Sapucaiense. Paulinho deu toque no meio das pernas do zagueiro, tentou driblar o goleiro e perdeu de abrir o placar.

A equipe missioneira continua superior durante todo o tempo, com diversas chances de gol. Aos 47min, porém, o Sapucaiense chega lá com David, que recebeu passe de Leandro Nunes e liquidou a partida. Final: Sapucaiense 1×0 Santo Ângelo. O técnico Leandro Machado, ao final, lamentou a derrota, ressaltando que a equipe missioneira teve muitas chances, e o Sapucaiense em um lance matou a partida.

PRÓXIMO CONFRONTO

O Santo Ângelo joga novamente domingo (11), a partir das 15h30min, no Estádio das Castanheiras, contra o Brasil de Farroupilha.

 

Médico só chegou ao final do prazo estipulado pelo árbitro

Com o forte calor de quase 40° da tarde desta quarta-feira, no jogo entre Sapucaiense e Santo Ângelo, em São Leopoldo, o perigo de um jogador passar mal durante a partida era iminente. Justamente por isso, o árbitro da partida, Roger Luis Esswein, não deixou o jogo começar enquanto não chegava um médico para ficar de prontidão. A partida, que estava marcada para as 15h30min, acabou começando só às 17h, 10min após a chegada do ortopedista Pablo.

A Rádio Santo Ângelo, que já havia começado a jornada esportiva, chegou a entrevistar o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto, abordando sobre o que seria feito caso o jogo não acontecesse. Noveletto afirmou que deveria ocorrer um acordo entre as equipes, marcando o jogo para esta quinta-feira, por exemplo, porém com despesas a cargo da equipe de Sapucaia do Sul, que pecou em não ter médico no local na hora do jogo.

Noveletto, entrevistado pelo narrador Irani Brum e pelo repórter Paulo Vianna, deixou a decisão sobre o jogo ocorrer ou não a cargo do árbitro. Felizmente, o médico chegou antes do prazo estipulado pelo árbitro para que o jogo acontecesse.