Santo Ângelo sai perdendo, vira e cede empate para o Panambi

0
89

Equipe jogou amistoso no Complexo Piratini na noite desta segunda-feira

A Associação Santo Ângelo jogou mais um amistoso na noite desta segunda-feira, desta vez com um futuro adversário da Série A2. O jogo foi no Complexo Piratini, em Panambi, com a SER Panambi.

O resultado foi novamente um empate, como o já ocorrido na última sexta-feira, contra o Sub-23 do Internacional. O placar final foi 2×2. 

PRIMEIRO TEMPO

O Santo Ângelo saiu perdendo a partida logo no início. A 1min30s, o zagueiro Ilson faz de cabeça para o time de Panambi: 1×0.

Aos 9min, quase empate do Santo Ângelo. Rafinha manda bomba por cima do arco, chutando de longe, e a bola passou perto com perigo. Já aos 16min, novamente o Santo Ângelo fica perto do empate. Na área, Rafinha passou para Alex Espíndola, que bateu e perdeu a chance de marcar.

Aos 28min, foi a vez de Felipe Garcia chegar perto do gol. Ele bateu de primeira sobre a meta do Panambi, mas não marcou. O mesmo Felipe Garcia, aos 31min, bateu de fora da área no canto direito do goleiro Diego e fez 1×1.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou melhor para o Santo Ângelo. Aos 6min40s, Vandinho vira o jogo para o Santo Ângelo. Em cobrança de escanteio, Felipe Garcia raspa na bola e Vandinho domina e chuta a gol: 2×1

Aos 19min, porém, o Santo Ângelo perde um jogador. Alex Silveira ganhou cartão vermelho e o time missioneiro ficou com 10 em campo. Os técnicos de ambas as partidas iniciam as mudanças em campo.

Aos 33min, o Panambi empata a partida. Novamente em cobrança de escanteio, João Carlos cabeceia e desvia a bola para dentro do gol, semelhante ao primeiro gol do Panambi: 2×2, placar final.

Ao final da partida, o técnico do Santo Ângelo, Luciano Corrêa, afirmou que é preciso corrigir as falhas que chegaram aos dois gols do Panambi, em cobrança de escanteio e de cabeça na área. “No geral gostei da partida”, avaliou.

EQUIPES

Santo Ângelo: Julio Cesar; Alex Silveira, Carlão, Miranda e Gernane; Douglas Tirex (Vinicius Sampaio), Vandinho (Lauri), Felipinho (Giliardi) e Rafinha (Renato); Felipe Garcia (Adriano) e Alex Espíndola. Técnico: Luciano Corrêa.

Panambi: Diego; Adams, Ilsom (Fernando Ramos), João Carlos e Serginho; Amaral (Tássio), André Teresa (Rodrigo), Cleberson (Du) e Maranhão (Guna); Josimar e Dario. Técnico: Nestor Simionatto.