Santo Ângelo vence o São Paulo em jogo que teve confusão e catimba

0
86

Alex Espíndola fez o gol da vitória em cobrança de penalidade nos acréscimos da partida

O Santo Ângelo derrotou o São Paulo de Rio Grande pelo placar de 2 a 1, no Estádio da Zona Sul. O jogo foi marcado por belos lances, assim como catimba, vários cartões e confusão feita pelos jogadores do São Paulo que atrasaram a cobrança de penalidade do Santo Ângelo, no final da partida.

JOGO
Aos seis minutos, em jogada individual, Felipinho colocou consciente no canto esquerdo do goleiro Luciano quase fazendo o primeiro gol do Santo Ângelo. Já aos 14 minutos, o time missioneiro avança novamente no ataque. Márcio chuta forte contra o gol do São Paulo de Rio Grande.

Num lance polêmico teve uma jogada de pé alto dentro da zaga do São Paulo e o árbitro não marcou. Aos 18 minutos, Jason faz cobrança de escanteio e de cabeça o zagueiro Renato abre o placar para o Santo Ângelo.

Na sequência acontece o segundo lance polêmico, quando Bruno Flores é derrubado dentro da área e o juiz Tiago Rodrigues não marca penalidade. Na confusão, Carlão deixou braço e acertou Felipe Garcia na cara e Dantas acabou levando o cartão amarelo.

No final do primeiro tempo, Bruno Flores perde uma chance clara de gol que acabou defendida pelo goleiro Luciano.

2º TEMPO
No segundo tempo, o São Paulo partiu para cima na busca do prejuízo. O ataque do time de Rio Grande deu um forte chute que foi defendido pelo goleiro Guilherme Costela que mandou para escanteio. Depois numa cobrança em dois lances, Saraiva encostou e Teco chutou forte e a bola passou de raspão na goleira do Santo Ângelo. Em outro ataque, Teco escapa em velocidade é derrubado e o juiz marca falta que resultou em cobrança.

O Santo Ângelo deu a resposta com o zagueiro Márcio que chutou, mas o goleiro Luciano defendeu. Na sequência da jogada, Felipinho é derrubado por Ailon que recebeu cartão amarelo. Aos 27 minutos, Robert fez um giro com a bola entre os zagueiros e chuta no ângulo do goleiro Guilherme Costela, empatando para o São Paulo. Com o gol, o Santo Ângelo foi para cima na busca da retomada da vantagem. O jogador Márcio faz falta em Michel. Já aos 35 minutos, Robert reclama da jogada para o juiz e leva cartão amarelo.

Locateli, ao 44 minutos, derruba Alex Espindola dentro da área e o juiz marca penalidade. O goleiro Luciano passa a catimbar atrasando a cobrança. Alex Silveira, do Santo Ângelo, reclama e acaba expulso. O jogo ficou paralisado por mais de seis minutos e Carlão Farias, do São Paulo, acaba expulso da partida. Depois foi jogada uma bolinha de papel pela torcida, o goleiro Luciano caiu em campo, em mais uma catimba. O bandeirinha avisou o árbitro da encenação.

Na penalidade, Alex Espíndola chutou forte e fez 2 a 1 para o Santo Ângelo. O juiz Tiago Rodrigues deu quatro minutos de acréscimo e o Santo Ângelo administrou o resultado. Com o resultado o Santo Ângelo ficou em 2º lugar no Grupo A empatado na pontuação com o Riograndense em todos os quesitos.