Título entre irmãos

0
99

Márcio e Marcelinho, irmãos e personagens do bicampeonato da Asaf

O título do Estadual Série Prata 2012 teve um sabor especial para dois atletas da equipe: o goleiro Márcio e o ala Marcelinho. Os dois faziam parte da base da Asaf, jogadores mais experientes, que já disputaram outros estaduais por várias equipes do estado. Márcio foi campeão com a Asaf em 2004 e Marcelinho chegou a atuar até em Portugal.

E os dois irmãos tiveram papel decisivo neste título da Asaf. Marcelinho, nas semifinais, principalmente. Na primeira partida, em Nova Prata, ele sofreu uma batida na cabeça ainda na primeira etapa e foi para o hospital. No intervalo voltou para a quadra, acabou entrando no jogo e fez os dois gols do time missioneiro na derrota por 3 a 2 para o União. No jogo de volta, em Santo Ângelo, fez os dois gols da prorrogação que levaram a Asaf para a final do campeonato.

Márcio, com suas defesas e a liderança dentro de quadra, nos treinamentos e nos jogos, deu segurança aos atletas em quadra. No jogo decisivo em Cachoeira do Sul, quando a Asaf estava com um a menos em quadra pela expulsão de Rudiero e o jogo estava empatado em 1 a 1, ele fez um lançamento certeiro na cabeça de Fabinho, que virou o jogo. “Foi a primeira vez que ficamos campeões juntos. Pela maneira como foi, esse título é especial, porque a gente estava defendendo a nossa cidade, a nossa família. Vivemos pelo futsal, eu e o meu irmão”, salienta Márcio.

E quem acha que, por serem irmãos não existe cobrança entre os dois, está enganado. “Agora já somos mais experientes, mas a gente se cobra em quadra, nos treinos e nos jogos. Só que fica tudo dentro de quadra mesmo, não levamos mágoas pra fora. Eu sou muito exigente. Porque, o que tu faz no treino, faz no jogo”, complementa.