Vando Ribeiro: “Temos que ter jogadores que queiram ajudar o Santo Ângelo”

0
103

Candidato a presidência do Santo Ângelo, se eleito, pretende apostar na juventude

Na próxima segunda-feira, com primeira chamada às 19h e segunda chamada às 20h, será eleita a nova diretoria do Santo Ângelo. Na última semana, com a chegada do prazo final às inscrições de chapa para assumir os cargos de diretoria, o vereador eleito pelo PMDB, Vando Ribeiro, candidatou-se a presidência do Santo Ângelo.

Em sua chapa, como 1º vice-presidente, o atual mandatário do clube, Luis Carlos Lunardi; como 2º vice-presidente, o empresário Luis Gheller e como 3º vice-presidente, o empresário Plínio Pereira. “O Gheller é um empresário conhecido na cidade, que vai ajudar na articulação, nome conhecido que vai fortalecer a chapa; o Plínio também é uma pessoa conhecida, ligada ao esporte, empresário do meio rural e o Luis Carlos Lunardi todo mundo conhece, é um abnegado do esporte e que bom que ele queira continuar”, salienta.

De acordo com Vando, um dos principais objetivos de sua gestão, se for eleito pelos conselheiros novo presidente do Santo Ângelo, é montar um bom grupo para a disputa da Divisão de Acesso e motivar a participação da comunidade e do conselho para no futebol santo-angelense. “Queremos fazer um trabalho junto com as diretorias que já passaram, com quem já tem experiência na SER Santo Ângelo. Nós queremos fazer um bom time no próximo ano, para que possamos fazer um bom campeonato. Precisamos valorizar as categorias de base, buscar parcerias dentro e fora da nossa comunidade, pois precisamos de apoio de todos os níveis. Vamos buscar patrocinadores, fortalecer o Departamento de Marketing, para vender o nome da SER na cidade e no estado. Queremos fazer um futebol voltado para a comunidade de Santo Ângelo”.

O candidato a presidência observa que, para a contratação de jogadores para a próxima temporada, será traçado um perfil. “Temos uma lista de vários jogadores, que disputaram a primeira e a segunda divisão nesse ano, mas nós vamos traçar um perfil: jogadores jovens; jogadores que a gente vai analisar o histórico, que não sejam festeiros, que não tenham problemas com lesão; vamos querer aproveitar o máximo de jogadores de Santo Ângelo, e da região. Queremos atletas que queiram chegar a algum lugar, porque muitas vezes você traz um veterano no final de carreira e ele vem aqui só buscar o dinheiro. Queremos gente que tenha sonhos, que queiram subir”, complementa.

Vando quer apostar na juventude para levar o Santo Ângelo à elite do futebol Gaúcho. “É necessário fortalecer o clube pela base. Eu já tive uma experiência a três anos atrás, que eu julgo positiva, quando nós trouxemos jogadores jovens, identificados com o Santo Ângelo. Vamos trabalhar muito essa região, que é forte de jogadores. Não adianta trazer grandes estrelas. Temos que ter jogadores que queiram ajudar o Santo Ângelo. A Asaf é um belo exemplo: jogadores pratas da casa, técnico da cidade. Isso nós vamos debater no Conselho e na comunidade.”