Como anda o futebol amador de Santo Ângelo?

0
252
“Queria ver a SER Santo Ângelo jogando com raça, para termos um time forte aqui na cidade, time de primeira divisão.” - Júlio Soares, treinador do Império e morador dedicado ao futebol amador no bairro Dido. Foto: Daniele Angnes/JM

No ano passado, a equipe do Império (formada por atletas do bairro Dido e Boa Esperança) conquistou o título do Citadino de Futebol. Além disso, enfrentou o Riograndense na decisão do Super Campeão e levou a melhor, tornando-se multicampeão em 2019.

No ano passado,
a equipe do Império conquistou o título de campeão do Citadino e o de Super Campeão
(na decisão entre vencedor da cidade e o do interior). Foto: Arquivo JM

No comando da equipe estava Júlio Soares, 68 anos, que há 12 anos trabalha com a modalidade esportiva no bairro Dido. “Já tinha tempo que dizia: o dia que pegar uma parceria boa de gurizada, vamos ser campeão”, conta ele. Fato que se concretizou em 2019. “Em 2018 escapou o título, ficamos em quarto lugar, em 2019 chegamos a final invictos, sem perder uma partida e aí graças ao empenho da gurizada vencemos”, completa.

Mas antes dos dias de glória, houve muita dedicação, tanto dos jogadores, quanto de Júlio e os apoios financeiros. “Esporte não se faz sozinho, não adianta”, afirma Soares. “Assim, espero que alguém, que for ver a reportagem, e quera apoiar a equipe, será uma ajuda bem-vinda. O Esporte é amador, mas levamos muito a sério”.

Para 2020, a ideia era repetir o feito do torneio anterior, mas com a pandemia de Covid-19, o desejo teve de ser adiado. “Mas não sei se vai dar tempo de disputarmos ainda”. Para o próximo campeonato, Soares já projeta: “vamos formar um time grande e forte de novo, se Deus quiser, e temos a intenção de chegar em primeiro novamente.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here