Conheça as propostas dos candidatos à Prefeitura para a área da Saúde

0
195

Nesta edição, os candidatos à Prefeitura de Santo Ângelo apresentam suas propostas na área da saúde. Cada candidato terá o espaço de uma coluna para defender suas ideias. Todos terão o mesmo espaço. A ordem de disposição na página é alfabética. Acompanhe a seguir as proposições dos cinco candidatos ao Executivo Municipal. Os demais temas (Educação, Infraestrutura Urbana e Geração de Emprego e renda) serão apresentados nos próximos sábados.

Bruno Hesse (22) PL, PP, PSL e Republicanos

Com a experiência de ter sido vice-provedor e depois provedor do Hospital Santo Ângelo por quatro anos, assumo o compromisso de melhorar a saúde dos santo-angelenses. Eu sei o que fazer e como fazer.
– Assumimos o compromisso de implantar a saúde plena em Santo Ângelo. Assim teremos mais recursos para investir na saúde em nossa cidade, com mais agilidade e menos burocracia.
– Vamos realizar mutirões (à noite aos finais de semana) com os médicos e hospitais da cidade para zerar a fila por consultas, exames e cirurgias especializadas.
– Vamos acabar com as filas para marcar consultas nos postos de saúde. Vamos informatizar e interligar todos os postos. O agendamento de consultas vai ser pela internet. Quem não tiver computador, vai poder usar terminais de atendimento na secretaria da saúde.
– Vamos estender o horário de atendimento até as 20 horas de pelo menos dois postos de saúde.
– Vamos revitalizar o Postão da 22 de Março.
– Vamos garantir a vacina contra a covid-19 a todos os santo-angelenses assim que ela estiver aprovada. Além das vacinas que certamente serão enviadas pelos governos federal e estadual — do qual somos alinhados politicamente — também usaremos recursos próprios do Fundo Municipal da Saúde.
– Vamos ser parceiros das nossas universidades para atrair um curso de Medicina.

Eron Garcia (51)
Patriota

Sou Eron Garcia, candidato a prefeito de Santo Ângelo, 46 anos, casado, profissional liberal, bacharel em direito, corretor de imóveis e especialista em negócios de seguros público e privados. A nossa candidata a vice-prefeita Margarete Forlin, coordenou a 12ª Coordenadoria da Saúde do Estado aqui em Santo Ângelo, composta de 24 municípios e nove hospitais, como gestora conseguiu trazer tratamentos essenciais de alta complexidade que não tinham no município, como: Tratamento do Câncer (Oncologia), Otorrino, Oftalmologia, gestante de auto risco, Traumatologia de alta complexidade e habilitação do hospital para ser solicitante de enxerto ósseo e pele, ainda foi entregue na sua gestão, em abril de 2018, os 58 novos leitos, com seu trabalho contribuiu para elevar o os tratamentos de 12% para 40% via SUS , colocando a saúde como referência na nossa cidade, oferecendo a comunidade a aproximação de tratamentos que estavam com projetos a mais de 10 anos arquivados, ainda com estas habilitações foram abertas diversas frentes de trabalho em clínicas e no HSA para atendimento destas áreas. Também ajudou a movimentar a economia de Santo Ângelo pois as pessoas que vem consultar e fazer tratamentos aproveitam e fazem compras na cidade. Com toda sua experiência a Margarete como vice-prefeita fará de Santo Ângelo uma referência em saúde para nossa comunidade, implantando um sistema de atendimento e controle de Saúde de todos através do acompanhamento de agentes de saúde que irão visitar a comunidade mensalmente, sem as pessoas precisarem sair de casa para marcar consultas ou exames, com esta experiência e dedicação nós seremos os gestores da saúde da nossa comunidade santo-angelense.

Jacques Barbosa (12)
PDT, MDB, PSD, PSB, PTB, PV, PCdoB e REDE

Saúde é, e sempre será, prioridade de gestão. A abertura da UPA 24 Horas, é um marco da nossa gestão. Com muita coragem transformamos o que muitos chamaram de “elefante branco” em uma referência em saúde. Foram mais de 72 mil atendimentos em dois anos de funcionamento; desafogamos os plantões do Hospital Santo Ângelo, garantindo agilidade no atendimento para quem procura o serviço de saúde. É uma estrutura preparada para bem atender a comunidade. Queremos ampliar ainda mais os serviços prestados na UPA e vamos buscar recursos para isso. É compromisso meu e do doutor Volnei. A gestão aproximou a saúde do cidadão. Ampliamos as equipes e a área de cobertura do programa Estratégia de Saúde da Família, o ESF; investimos mais de R$ 1 milhão na modernização das unidades de saúde, na estrutura física e de recursos humanos; ampliamos o atendimento nas unidades de saúde do meio rural; reestruturamos os centros de Atenção Psicossocial; foram quase 2.500 cirurgias eletivas; e enfrentamos com seriedade a pandemia, que ainda nos cobra cuidados e proteção.
Vamos concentrar esforços e temos o compromisso público de melhorar ainda mais a saúde pública. Fortaleceremos a parceria com o Hospital Santo Ângelo, uma articulação que tem sido bem sucedida ao longo do nosso mandato, com obras e conquistas, como a instalação do UNACON, a ampliação da ala com 58 novos leitos, e a comunhão de esforços do governo, da sociedade e da direção do hospital, para novos leitos de UTI no enfrentamento à pandemia. Enfim, vamos continuar tratando a saúde pública como prioridade, porque saúde é o bem maior do cidadão.

Luis Clovis Machado da Rocha (11)
Progressistas

Comunidade de Santo Ângelo. Há mais de 30 anos a saúde em Santo Ângelo não é tratada como prioridade. Por isso elegemos duas prioridades: saúde e desenvolvimento econômico (por meio de um processo de industrialização, turismo e agroindústrias). No que se refere a saúde, tema desta edição, como primeira medida vamos avaliar as atividades, ponto a ponto, setor por setor, identificando a necessidade de melhoramentos, tanto no que diz respeito a produção dos serviços, qualidade, eficiência, assim como com relação ao fornecimento de produtos fármacos ou utilizados nos atendimentos ambulatoriais e médicos. No mesmo instante daremos início a informatização total de todas as atividades da Secretaria da Saúde, inclusive atendimento médico, ambulatorial, Unidades Básicas de Saúde, UPA etc. Também será oportunizado o cidadão marcar a consulta por meio de um aplicativo, onde deverá constar o nome do médico, especialidade, onde atende, horário de atendimento e quantidade de consultas disponibilizadas. Até mesmo a atenção básica será informatizada, a fim de que se tenha um amplo banco de dados (prontuário) das pessoas/famílias atendidas. Nada deixará se ser registrado no sistema, mesmo uma simples visita de uma Agente de Saúde.
Depois disso, iremos nos incumbir de criar uma Fundação Municipal da Saúde, que terá a incumbência de gerir e empreender na saúde, caso necessário, em especial onde a iniciativa privada não atua ou atua com abuso. É provável que a Fundação atuará inicialmente na realização de exames, bem como na fabricação de medicamentos manipulados. Por fim, criaremos os Fiscais Voluntários Comunitários a finalidade de acompanhar os serviços da saúde. Este é o novo caminho para prosperar.

Nivio Braz (28)
PRTB

A Saúde é uma das prioridades do nosso Plano de Governo para Renovar Santo Ângelo!
– Reduzir a mortalidade infantil, melhorando a assistência ao parto, fornecendo
melhor estrutura para maternidade de alto risco;
– Ampliar o atendimento de urgência e emergência, com melhorias na estrutura do SAMU;
– Implantar na farmácia pública, sistema informatizado onde seja possível a população saber a real existência de medicamentos em estoque, de forma a não necessitar da interferência política para ter acesso ao medicamento;
– Implantar programas do Ministério da Saúde que ainda não tenham sido implantados no município;
– Investir na manutenção da estrutura física dos postos de Saúde e Hospital Santo Ângelo, tornando-os em locais agradáveis e confortáveis para a população;
– Buscar a implantação de novos postos de Saúde em bairros, de forma a aproximar o atendimento às comunidades menos favorecidas;
– Implantar sistema informatizado para agendamento de consultas, evitando que a população tenha que enfrentar filas nas madrugadas para agendamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here