Empossada nova Diretoria Executiva do Clube Gaúcho

0
246
Assumiram suas funções para a gestão 2020/2022, o vice-presidente financeiro Jocelito Zborowski, presidente Marilise Lacroix Voese e o vice-presidente social Darcione Spolaor. Foto: Divulgação CG

Pela primeira vez em mais de um século de história, o Clube Gaúcho tem a sua frente, na Diretoria Executiva, uma mulher: Marilise Lacroix Voese. A posse ocorreu na terça-feira (2), durante reunião ordinária dos Conselhos Deliberativo e Fiscal do CG. Além de Marilise, assumiram suas funções para a gestão 2020/2022, o vice-presidente social Darcione Spolaor e o vice-presidente financeiro Jocelito Zborowski.

“Para mim trata-se de uma grande honra, um orgulho imenso, mas uma responsabilidade maior ainda perante o Conselho Deliberativo, que representa todos os associados”, diz Marilise. Nos conselhos Deliberativo e Fiscal assumiram, como presidente Lauri Vilmar Müller, vice-presidente Gastão Henrique Weinert e secretário Marcos Rogério Melchior. “Para a entidade, uma excepcionalidade, pois nos 118 anos existência, serei a primeira mulher a assumir o cargo de Presidente Executiva.”

PANDEMIA DE COVID-19

Marilise assume a Diretoria do CG em um momento que exige distanciamento social, diante deste cenário, muitos eventos que teriam como sede o Clube tiveram de ser adiados ou cancelados – inclusive a posse história. “Realmente estamos passando por uma crise mundial na saúde, que traz reflexos ruins para a economia também. Momento que eu jamais imaginei vivenciar. Temos que vencer e superar o desconhecido”, destaca.

Enquanto os eventos sociais estão suspensos, ela diz que as sedes da entidade devem passar por melhorias, como o término da substituição da cobertura do Palácio Metálico, que estava próximo de completar 60 anos, reforma do jardim e das calçadas no entorno. “Daremos início ao projeto de acessibilidade para o segundo piso, por intermédio de elevador, também faremos reformas e ampliações dos banheiros masculinos, reforma do piso do Salão Nobre”, detalha.

Na Sede Campestre deve ser concluída a reforma do pórtico da entrada, construção da cancha de bocha, a cabana dos pais, do vôlei, entre outras melhorias.

Ela diz, ainda, que este é o momento de se reinventar e utilizar mais a tecnologia que dispõe. “Precisamos utilizá-las cada vez mais, realizando lives solidárias, por exemplo.”

AÇÕES SOLIDÁRIAS

Em seu âmago, o CG tem o espírito solidário, a exemplo disso está a Páscoa Solidária, festa de Dia Das Crianças para as crianças do bairro São Pedro, o jantar solidário Homens na Cozinha, em parceria com o Rotary Clube. Porém, durante a pandemia essas atividades foram reformuladas para evitar disseminação de casos de Covid-19.

“Neste período de isolamento social já foram realizados em dois sábados, dias 16 e 23 de maio, o Drive Thru com a arrecadação de alimentos, agasalhos e até rações para animais, que foram entregues para a Assistência Social do município, cuja Secretaria ficará encarregada de fazer a distribuição às famílias mais necessitadas conforme seu cadastro. Queremos continuar com os eventos solidários enquanto perdurar essa situação”, pondera.

Também, um projeto que faz parte das metas de Marilise à frente da Diretoria do CG é que o Festival de Cinema Curta Metragem de Santo Ângelo possa tomar-se um evento de proporção grandiosa, “valorizada e com melhor estruturada financeiramente, por meio de incentivo da Lei Rouanet, projeto de grande importância para Clube, para o nosso município e aos jovens estudantes de nossa e cidades vizinhas”, completa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here