Famílias de São Miguel das Missões são assessoradas para melhorar renda e qualidade de vida

0
214
Em setembro, as famílias participaram de capacitação técnico-econômica, com foco nos projetos produtivos. Foto: Divulgação/Emater/Ascar RS

Sete famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social do meio rural de São Miguel das Missões recebem Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) com vistas à inclusão social e produtiva, segurança e soberania alimentar, geração de renda e qualidade de vida por meio do Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais da Emater/Ascar-RS.

As famílias beneficiadas estão inscritas no Cad-Único e possuem Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). No momento de inscrição no programa possuíam renda mensal per capita de até R$ 89,00.

Para o assessoramento às famílias integrantes do programa, foi realizado diagnóstico das unidades familiares e, a partir dos resultados, elaborados projetos produtivos que contribuíssem com a produção própria de alimentos e geração de renda.

Para a implementação do projeto, cada família recebe, em duas parcelas, o valor total de R$ 2,4 mil, sendo que a contrapartida das famílias é de participar das atividades propostas e aplicar os recursos corretamente. Seis famílias já receberam a primeira parcela e, após a comprovação da aplicação dos recursos, estão aptas a acessar o restante do valor. A família que ainda não recebeu aguarda a liberação nos próximos meses.

A aplicação dos recursos é acompanhada pela Emater/RS-Ascar, através de visitas técnicas e capacitações. Uma capacitação técnico-social realizada em agosto deste ano, por exemplo, possibilitou a discussão de temas como acesso a políticas públicas, à garantia e defesa de direitos e promoção da qualidade de vida no meio rural, com a participação das extensionistas rurais sociais da Emater/RS Ascar, Fatima Primaz e Vanessa Gnoatto.

Em setembro, as famílias participaram de capacitação técnico-econômica, com foco nos projetos produtivos, oportunidade em que o extensionista Gomercindo Vargas orientou sobre a composição, fertilidade e recuperação de solos, assim como a implantação e o manejo de horta e pomar doméstico.

O programa também é acompanhado pelo Comitê Gestor, composto por representantes de entidades do município. O Programa é resultado do acordo de cooperação técnica entre Emater/RS-Ascar, em convênio com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), e Secretaria Especial de Desenvolvimento Social, vinculada ao Ministério da Cidadania, que antecipam para 2020 a realização de novas capacitações e visitas.

Fonte: Emater/Ascar-RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here