‘Graças a esses leitos a gente não colapsou’

0
93
Apresentação inicial dos valores arrecadados e investimentos foi apresentada na tarde desta quinta-feira (12). Fotos: Daniele Angnes/JM

Afirmação é do médico e diretor técnico do Hospital Santo Ângelo (HSA), Flavio Christensen, dita ainda na tarde desta quinta-feira (12), durante a prestação de contas dos valores doados por empresas, entes públicos e pessoas físicas para implantação de cinco leitos extra UTI Covid.

Empresários locais se mobilizaram na busca de recursos para viabilizar o funcionamento de cinco novos leitos de UTI do Hospital, estes direcionados ao atendimento de pacientes com Covid-19.

Ação arrecadou R$905.016,24 – valor doado pelo poder público, empresas e pessoas físicas (esse valor já soma recurso de uma Prefeitura da região, que ainda aguarda tramites burocráticos para efetivar doação). Além deste, o governo do estado direcionou R$ 720 mil (referente a três meses). O total é de R$ 1.625.016,24.

Os custos da unidade, por mês, foram, em julho R$ 225 mil, agosto R$ 289 mil e setembro R$ 314 mil – outubro ainda não estava relacionado. As despesas, nestes três meses, foram R$ 547.516,87. O saldo, mantido em conta bancária, é superior a R$1.062.000,00.

Os dados foram apresentados pela contadora do Hospital, Andreia da Silva Barz.

Odorico disse que valor contribuiu para alcançar objetivo principal do HSA: salvar vidas

Provedor do HSA, Odorico Bessa Almeida destacou que a prestação de contas não é definitiva, “ainda estamos no meio da luta contra a Covid”, disse.

Flavio Christensen direcionou agradecimentos aos doadores dos recursos

Christensen reforçou a implementação dos cinco leitos “deu muita tranquilidade”, acrescentou. “Isso que vocês fizeram, ajudou muito”, finalizou direcionando o agradecimento aos doadores dos recursos.

 

 

 

 

 

Atendimentos

Joise Wottrich, médica responsável pela UTI Covid, disse que até o mês de novembro, foram 45 pacientes atendidos na unidade extra. “A equipe iniciou as atividades em 10 de julho, com treinamentos, educação continuada e estágios na UTI Covid a fim de aprimorar as rotinas. As internações nos leitos extra iniciaram em agosto”, detalhou em sua apresentação.

Em agosto foram 12 pacientes; setembro 17; outubro 15 atendidos. A média de permanência ficou em 6,6 dias, a taxa de ocupação em 81% e a taxa de mortalidade em 0%.

A equipe, que atua na unidade extra, é formada por 30 profissionais de diferentes áreas, sendo 14 técnicos em enfermagem, uma enfermeira coordenadora e 4 enfermeiros assistenciais, fisioterapeuta, um fonoaudiólogo, uma secretária, equipe de higiene, nutricionista, psicólogos e uma médica intensivista.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here