Polícia Civil investiga morte de bebê no Rio Itaquarinchim

0
123
Delegada Luciana Cunha da Silva, da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente, comanda o inquérito. Foto: Arquivo JM

Menina de um ano e dois meses caiu no rio, foi socorrida mas não resistiu e acabou falecendo. A Polícia Civil está investigando a morte de um bebê de um ano e dois meses que acabou falecendo após cair no Rio Itaquarinchim. O inquérito foi instaurado para verificar o que ocasionou a queda da menina no rio e se isso foi fruto ou não de negligência.

A delegada Luciana Cunha da Silva, da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), comanda o inquérito. Em entrevista ao repórter Irani Brum, da Super Rádio Santo Ângelo, ela afirmou que se for comprovada a negligência, a mãe da menina responderá por homicídio culposo.

Engatinhando 

O fato ocorreu na tarde de quarta-feira (30). Conforme as informações já levantadas pela Polícia, a mãe, a bebê, a irmã gêmea e o irmão de três anos, estavam na casa da família, no Bairro Castelarim, próximo cerca de oito metros do rio. O pai trabalha em outro município.

O menino de três anos teria saído de casa e a mãe foi procurá-lo. As gêmeas teriam ficado na casa, inclusive, em cima de uma cama. Depois de encontrar o menino, a mãe retornou e deu falta de uma das gêmeas.

A delegada diz que foi informada que a mãe iniciou a procura pela menina com a ajuda de vizinhos. A bebê foi encontrada boiando e já desacordada. Ela foi retirada da água pelos vizinhos.

A menina ainda não caminhava e, por isso, acredita-se que ela tenha ido até o rio engatinhando. Entretanto, no caminho tem uma cerca de arame farpado que a menina teria passado por baixo e chegado ao barranco, onde pode ter caído e acabado na água.

A equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local, constatou a parada cardiorrespiratória e realizou o procedimento de reanimação e levou a bebê até o Hospital Santo Ângelo.

Deslocamento a Santa Rosa 

Entretanto, a situação complicou-se e ocorreu a necessidade de deslocamento a Santa Rosa, devido a necessidade de vaga em UTI pediátrica. No trajeto, a vítima não resistiu e veio a óbito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here