PRF divulga balanço da maior operação de combate ao crime da instituição

0
170
A operação registrou mais de 1.200 veículos abordados, quase 2 mil pessoas fiscalizadas e mais de mil autos de infração de trânsito lavrados. Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal encerrou, neste domingo (31), a maior operação nacional de enfrentamento qualificado à criminalidade promovida pela instituição – a Operação Tamoio. Iniciada na última quinta-feira (28), 10.326 policiais tiraram de circulação toneladas de drogas, cigarros contrabandeados, armas, munições e dezenas de veículos foram recuperados.

Operação Tamoio resultou na apreensão de 15,3 toneladas de maconha e 353 quilos de cocaína em todo o país, superando os resultados da Operação Tupã, realizada entre os dias 30 de abril de 02 de maio, quando foram apreendidas 10,7 toneladas de drogas.

No Rio Grande do Sul, a Operação Tamoio contou com mais de 500 policiais atuando no estado, incluindo agentes do serviço de inteligência, da área operacional e de grupos especializados. Foram empregados cães farejadores, uma aeronave policial, drones e agentes com treinamento especializado no combate ao tráfico de drogas e armas.

Durante o curso da operação, os agentes da PRF retiraram de circulação mais de 840 quilos de maconha, 268 quilos de cocaína, recuperaram 7 veículos roubados e prenderam 55 criminosos envolvidos nos mais diversos crimes. Ainda, mais de 230 mil reais sem comprovação de origem foram apreendidos.

TAMOIO – O nome Tamoio vem do Tupi Guarani TAMUÍA, que significa o avô, o antepassado. A Confederação dos Tamoios foi uma aliança de tribos indígenas firmada com o objetivo de combater os portugueses e outras tribos que os apoiavam. A referência é em relação à aliança dos grupos especializados da PRF unidos nessa operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here