Santo-angelenses são convidados para jogar na França

0
311
Valdir Seibel - presidente da ALE e supervisor do Lajeadense, Julio e Lourenço com o treinador Peninha. Foto: Júlia Galvão/Divulgação

Jogar no futebol profissional é o sonho de muitos garotos e garotas. Para quem vive no interior do país, esse ideal parece estar tão distante e impossível de realizar. Mas não. É mais difícil, sim. Os principais clubes daqui do estado estão na região Metropolitana ou Serra, então, o caminho para chegar até lá e se destacar é mais complicado. No entanto, o resultado vale a pena, ainda mais quando ele vem aliado a taças, medalhas e convites para representar o país em torneios mundiais.

Exemplos de garotos que tem ganho o mundo do esporte são Julio César de Almeida, 13 anos, e Lourenço Lucca Bortolato, 12 anos. Os dois começaram a treinar nas escolinhas de Santo Ângelo, aos poucos foram se destacando e hoje estão no Lajeadense, de Lajeado. Inclusive, foi defendendo o clube que os dois receberam o mais importante convite de suas carreiras (estas ainda sendo projetadas): participar do 35º Mundial Puppilles de Plomelin, na França.

Luciano Boeira, que treina os dois aqui, afirma que o nível dos jogadores do interior tem aumentado. “Isso podemos ver neles. Saíram daqui e são titulares lá”, diz. “Acredito que hoje os clubes são mais receptivos aos atletas do interior por perceberem a qualidade técnica.”

“No Lajeadense me sinto em casa, em 2019 joguei como atacante centralizado, falso 9 e disputei o Campeonato Estadual de Futebol para Categorias Base da Nova Liga Gaúcha de Futebol Infantil (NOLIGAFI), e fiz boas partidas”, diz Julio.

Julio e Lourenço participavam de dois torneios, um em Teutônia/RS e outro em Maravilha/SC, pelo Lajeadense. Estes jogos foram organizados pelo Projeto Planeta Bola Eventos Esportivos, que montou uma seleção para participar do Mundial Puppilles. Titulares e com boa atuação em campo, os dois se destacaram e foram chamados a participar do grupo – formado por 18 atletas da região Sul. Julio e Lourenço jogarão na categoria 2007/2008.

Aceitaram. “Quando nos convidaram ficamos muito felizes”, diz Julio, há cinco meses jogando pelo Lajeadense. “Imagina, a gente treina o ano todo para jogar e aí vem um convite destes, de representar o Brasil e a cidade em um torneio fora do país”, acrescenta Lourenço.
Mônica Lucca Bortolato, mãe de Lourenço diz que para os atletas do interior é muito importante dar essa visibilidade.

Porém, agora vem outro desafio. O Mundial Puppilles de Plomelin será em maio, de 18 a 26 daquele mês, lá na Europa, para estar lá cada atleta terá de investir cerca de R$ 8 mil (com passagem, estadia, passaporte…). “Estamos em busca de apoiadores, temos ‘vakinha’ virtual e quem quiser contribuir pode acessar e ajudar”, explica Mônica.

Neli Cichorski de Almeida, mãe de Julio acrescenta “também faremos rifas e outras ações e contamos com o apoio da comunidade santo-angelense para realizar o sonho dos nossos filhos”. A vakinha de Lourenço pode ser acessada no site vakinha.com.br a ID é 877211, a de Julio no mesmo endereço, mas a ID é 898247.
Quem quiser saber mais pode entrar em contato pelo WhatsApp (55) 9 8412-3626 (Neli) ou (55) 9 8122 3319 (Mônica) .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here