100% dos táxis do município passaram por verificação

0
105

Aferição do taxímetro foi feita pelo Inmetro

Os taxistas de Santo Ângelo tiveram de 25 a 29 de maio para realizar a verificação anual dos taxímetros, já que foi decretado pelo prefeito Valdir Andres um aumento no valor cobrado no município.

Dos 80 taxis que possuem alvará na prefeitura municipal, todos realizaram a aferição anual, conforme o gerente regional do Inmetro, José Sidnei Antunes. “Essa verificação é feita para saber se todos estão cobrando o valor correto, que agora é de R$4,85 a bandeirada. É R$3,10 o quilômetro para bandeira um e R$3,70 para bandeira dois o quilômetro rodado”, explica.

As dúvidas dos clientes de táxis do município referentes à cobrança podem ser tiradas, de acordo com o gerente, entrando em contato com o Inmetro pelo telefone 55 3312 1205 ou pelo email [email protected]

TAXISTAS CONTESTAM
Um dos taxistas procurados pelo Jornal das Missões para dar seu depoimento sobre a aferição dos taxímetros, Heitor Antunes, está em dia com a verificação, porém, levantou uma reclamação comum entre os taxistas que atuam legalmente no município: o grande número de táxis clandestinos que atuam no município. “São mais de 20 veículos que fazem esse serviço sem pagar pelo ponto, pela verificação, pelo alvará, e nada é exigido desses taxistas. Eu mesmo já mandei uma lista informando quem são essas pessoas para o Departamento de Trânsito, para a Câmara de Vereadores, para a Brigada Militar e para o Polícia Civil, então todo mundo sabe e ninguém faz nada. Eles cobram muito abaixo do que nós, que estamos trabalhando honestamente, e não são punidos por isso”, destaca.

Os veículos que fazem o transporte irregular de passageiros não têm tabela e nem taxímetro. O motorista é quem define o valor da corrida.