16ª edição da Fenamilho Internacional registrou R$ 156,8 milhões em negócios

0
83

Já o superávit alcançado nesta feira foi de R$ 153.324,66

A Comissão Central da Fenamilho Internacional – 16ª edição apresentou na noite de sexta-feira (24), no Salão de Eventos da Acisa, o resultado dos negócios realizados durante o evento ocorrido de 27 de abril a 5 de maio, no Parque de Exposições Siegfried Ritter.

Os números revelam que nesta edição da feira houve menos ingresso de pessoas ao parque, porém, o resultado de negócios foi maior se comparado às edições anteriores. Durante os nove dias de feira, o total de comercialização foi de R$ 156,8 milhões e o número de acessos de visitantes ao parque chegou a 100.550 pessoas. O superávit da organização da feira foi de R$ 153.324,66.

O presidente Antônio Alberto Toscani destacou que com o foco nos negócios a Fenamilho Internacional superou os números de expositores, segurança e comercialização. Nesta edição participaram 700 expositores e outras 140 empresas ficaram na lista de espera. “A feira transcorreu com tranquilidade, sem incidentes. O sucesso da feira com o foco nos negócios fica evidenciado nos números”, diz.

O parque de exposições foi revitalizado para a realização da Fenamilho e outros novos eventos com investimentos no valor de R$ 664.240,00. Os principais problemas detectados foram os trevos da ERS-344, estacionamento do parque, acesso às bilheterias, redes elétrica e hidráulica e no anfiteatro.

O total de investimentos próprios da Fenamilho no valor de R$ 178.600,00 foram utilizados em melhorias na rede elétrica e hidráulica, reformas gerais e pintura e revitalização dos pavilhões.

Já o total de investimentos públicos foi de R$ 465.640,00, sendo R$ 49.100,00 da Secretaria Municipal de Agricultura; R$ 60 mil do Departamento de Meio Ambiente; R$ 47.456,00 da Secretaria Municipal de Obras; R$ 85 mil em Infraestrutura e R$ 224.074,00 em asfalto.

Toscani disse que uma pesquisa realizada com os expositores apontou como principais pontos positivos a segurança, a organização, a limpeza e a divulgação. Conforme a pesquisa, foram servidas 18 mil refeições e gerando mais de R$ 3 milhões no ramo da gastronomia.